Corinthians empresta o 11º, e Furacão confirma Guilherme até o fim de 2018

O Atlético-PR oficializou na tarde desta quarta-feira a contratação por empréstimo até o fim de 2018 do meia-atacante Guilherme, que defendeu o Corinthians desde o início do ano passado, mas perdeu espaço neste ano. A política de empréstimos tem sido uma das principais estratégias do Timão para reduzir e baratear seu elenco, e o então camisa 10 é o 11º jogador a seguir outro caminho. Antes dele, já foram cedidos Marlone (Atlético-MG), Luidy (Figueirense), Gustavo (Bahia), Lucca e Yago (Ponte Preta), Jean (Vasco), Alan Mineiro (Ferroviária), Douglas (Avaí), Claudinho (Santo André) e Rodrigo Sam (Água Santa).

No caso de Guilherme, trata-se do empréstimo mais longo, com validade até o fim de 2018. Após o fim do vínculo, ainda restará mais um ano de contrato no Corinthians.

A negociação de Guilherme com o Atlético-PR foi antecipada pelo LANCE! há uma semana, e dependia apenas de burocracias para ser concluída. Restava discutir com o Timão como seria o pagamento de luvas por sua contratação, além da comissão que o empresário de Guilherme tinha a receber pela transferência no ano passado. O Corinthians também deve cerca de R$ 1 milhão ao Antalyaspor, da Turquia, ex-clube do camisa 10. Notificada recentemente, a diretoria alvinegra prometeu quitar a última parcela da compra do atleta nos próximos dias.

Fora da lista de relacionados nos últimos cinco jogos do Corinthians (o mais recente justamente em razão da transferência), Guilherme viu com bons olhos a possibilidade de disputar a Copa Libertadores pela quinta vez consecutiva e especialmente de trabalhar com o técnico Paulo Autuori, um dos responsáveis por sua transição das categorias de base para o time profissional do Cruzeiro.

- Já são dez dez anos deste primeiro contato que tivemos no profissional. Costumo dizer que já subi com um carimbo importante do Paulo. Aprendi bastante nesse período e também em 2014. Será importante retomar isso e espero ajudar ele e o clube. O fato de já ter trabalhado com o Paulo não me garante titularidade, nem estar à frente de ninguém. Mas me garante a certeza de um trabalho correto. A ideia de jogo que ele propõe ajuda nas minhas características e tenho certeza que vou me adaptar o mais rápido possível - disse Guilherme, em sua chegada ao Atlético-PR.

- Eu venho para agregar valores. O elenco do Atlético já é qualificado, com atletas novos e experientes, todos de muita qualidade. Isso facilita para eu me integrar e poder demonstrar meu potencial. Foi uma negociação boa e bem correta. A alegria é enorme de poder vestir esta camisa do Atlético Paranaense. Fico feliz que tenha dado tudo certo.

Contratado após curta passagem pelo Antalyaspor (TUR) no início do ano passado, Guilherme custou R$ 5,7 milhões ao Timão e chegou sob grande expectativa. Porém, não conseguiu corresponder o que dele se esperava e perdeu espaço em 2017. O meia acha que foi prejudicado pelas trocas de técnicos do Corinthians na última temporada. Ele fez 50 jogos pelo Corinthians - apenas sete neste ano - sendo 36 como titular. Foram oito gols e seis assistências com a camisa alvinegra, todos em 2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos