Clayton completa um mês de Corinthians e lida com ansiedade e concorrência

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Há um mês o atacante Clayton assinava contrato com o Corinthians. De lá para cá muita coisa aconteceu, inclusive a classificação para a final do Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta. Porém, mesmo podendo conquistar seu primeiro título pelo Timão em tão pouco tempo, o camisa 9 não anda muito satisfeito...

Clayton tem se cobrado bastante. Ele entende que precisa render mais e "desencantar" logo. Ele atuou em seis partidas até o momento, apenas uma como titular, e ainda não balançou as redes.

O último jogo dele foi justamente o que o abalou mais. Clayton teve ótima chance de marcar nos minutos finais contra o Internacional, pela Copa do Brasil, na Arena, mas desperdiçou, de dentro da área. O erro fez o jogador se cobrar bastante e ficar ainda mais ansioso para balançar as redes.

Paralelamente, ele vê a concorrência crescer. Kazim se recuperou de lesão e passou a ser o substituto direto de Jô. No último domingo, em clássico contra o São Paulo, o técnico Fabio Carille preferiu a entrada de Léo Jabá no lugar de Romero. Já no treinamento da última quarta-feira, quando Jadson não foi a campo, o escolhido para entrar na equipe foi outro jovem, Pedrinho, de 19 anos.

Mesmo assim, a comissão técnica alvinegra segue confiando em Clayton, que foi trocado por empréstimo com o Atlético-MG por Marlone, e assinou contrato até o fim do ano. Além de agradar o técnico Fabio Carille, ele chegou com o aval do auxiliar Cuca, com quem trabalhou no Figueirense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos