Decepcionada, torcida do Vasco não está otimista para o Brasileiro

A temporada de 2017 não começou boa no Vasco. Nos primeiros quatro meses, insucessos na Florida Cup, no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil deram o pontapé na preocupação dos torcedores com temor de o que acontecerá com o Cruz-Maltino na disputa do Campeonato Brasileiro, a partir do próximo dia 14, quando há a estreia diante do Palmeiras, fora de casa. O LANCE! fez uma enquete na última sexta-feira e 24% dos votos da torcida foi colocando o Vasco como um provável rebaixado para a Série B do Nacional em 2018.

Um dos principais nomes do atual elenco do Vasco, o goleiro Martin Silva foi questionado sobre onde a equipe pode chegar com o atual nível de qualidade de jogadores que tem no elenco. O arqueiro uruguaio afirmou enxergar um Cruz-Maltino competitivo, mas ressaltou a importância de que reforços sejam contratados para que o protagonismo volte a ser do Vasco. O primeiro que deve ser confirmado para o Brasileiro é o zagueiro Anderson Martins.

- Agora temos as peças para fazer um time competitivo. Claro que é um campeonato longo, e reforços são bem vindos para sermos protagonistas. A competição faz crescer. Com o trabalho que estamos fazendo podemos ser um time competitivo sim. Todos esperam que façamos um bom Brasileiro. Queremos brigar lá em cima, ter uma boa participação. Depois que começa, não importa se foi eliminado no Carioca e na Copa do Brasil. Pagamos por não estar no nosso melhor momento - afirmou o goleiro.

Esta expectativa positiva do elenco, apresentada publicamente pelo goleiro Martin Silva, não representa os torcedores até o momento, Apenas 7% dos votos na enquete realizada apontaram o Vasco como o campeão do Campeonato Brasileiro, com 20% acreditando em uma classificação para a Conmebol Libertadores de 2018 - principalmente depois que o Brasil ganhou mais vagas para a competição. O vencedor da votação, com 49%, foi o Cruz-Maltino terminando após as 38 rodadas na zona intermediária. Assim como o camisa 1 acredita, o torcedor quer reforços para se animar pelo protagonismo.

DO ALTO DA COLINA

David Nascimento - Setorista

"Nem a torcida está otimista para o Brasileiro"

Decepção foi o que tomou conta dos torcedores do Vasco nos primeiros quatro meses deste 2017. Colocamos no ar na tarde de sexta-feira nas redes sociais uma enquete para a torcida opinar como o Cruz-Maltino terminará o Campeonato Brasileiro com o atual time. E o rebaixamento recebeu 23% dos votos, percentual expressivo. Não tiro a razão e a verdade existente nesta preocupação dos torcedores. Isso por conta de ser real a possibilidade, já que o Vasco vem de uma gangorra nas temporadas passadas e ainda não mostrou a que veio em 2017. É uma obrigação se firmar na elite do futebol brasileiro, almejando ao menos ficar na primeira parte da classificação da tabela.

Há muito a ser feito. O Vasco precisa mais do que nunca provar em campo a sua força. Como a própria alcunha do clube diz, o Gigante necessita acordar. Antes que mais uma vez seja tarde demais. O técnico Milton Mendes melhorou o nível de trabalho em relação ao antecessor Cristovão Borges? Isso a resposta é óbvia: sim - e muito. Mas não basta apenas esse ponto evoluir. Os jogadores em campo precisam voltar a ter o espírito que o torcedor cruz-maltino mais quer: o vencedor. Os quatro meses iniciais de 2017, peço até desculpas pela expressão, foram jogados no lixo. E no fim das contas isso pode influenciar negativamente.

Tranquilidade para trabalhar já foi dada pelo presidente Eurico Miranda a Milton Mendes - e parabenizo o mandatário do Vasco pela atitude. Os jogadores que não estão rendendo, agora, devem ser dispensados e abrir espaço na folha salarial para contratações necessárias, elevando o nível de qualidade do elenco do Vasco. Anderson Martins, nome mais próximo a ser o primeiro reforço a ser anunciado em São Januário para o Campeonato Brasileiro, é um bom início do que precisa ser feito pela equipe para o balanço negativo de agora ser positivo no fim da temporada. Pelo bem do clube. Não apenas para fazer bonito por conta da eleição no fim do ano.

Dá para se ver um futuro no Vasco. Tudo que precisa ser feito realmente sendo realizado, a decepção mostrada pelos torcedores agora e transformará em alegria. Os cruz-maltinos e as cruz-maltinas são uns dos grupos de torcida no Brasil mais apaixonados pelo clube que carrega uma brilhante história centenária. Um estádio - São Januário - que completou neste 2017 90 anos. Poucos no Brasil e no mundo têm uma trajetória tão rica. Mas está sendo desvalorizada demais nos últimos anos, Isso não pode continuar sendo repetido. O Vasco é gigante e tem de ser assim também em campo. Sem isso... Bem, sabemos como os últimos anos terminaram.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos