Torcedores do Atlético-MG depredam carro de Marcos Rocha no CT

O vandalismo e os protestos marcaram o último dia do Atlético-MG antes do clássico diante do Cruzeiro, pela final do Campeonato Mineiro. Além de ir à porta da Cidade do Galo na tarde deste sábado cobrar a volta de resultados positivos, dezenas de torcedores atleticanos acabaram depredando o carro do lateral-direito Marcos Rocha.

Horas após o episódio, o lateral utilizou seu perfil no Instagram para lamentar o ocorrido. Marcos Rocha relatou decepção com os torcedores:

"Assim ficou meu carro hoje. São 11 anos de Atlético, com título da Libertadores, Copa do Brasil, Campeonatos Mineiros, quatro vezes melhor lateral direito do Brasil, seleção brasileira e agora o lateral direito com mais jogos na história do clube. Entre muitos elogios e cobranças nestes 11 anos, nunca me senti tão decepcionado após essa "manifestação" de hoje de manhã na porta do CT, que pra mim foi vandalismo puro. Digo a todos que estarei em campo amanhã (domingo) com a mesma determinação de sempre, dando o meu suor e o meu sangue por esta camisa, pois sou muito grato ao Atlético e defendo essas cores como ninguém, e será assim até meu último dia de contrato".

O pai de Marcos Rocha registrou boletim de ocorrência em uma delegacia da Polícia Militar em Vespasiano. De acordo com "O Estado de Minas", até o momento os culpados não foram identificados. Diretores da organizada Galoucura foram conduzidos para prestar depoimento, e se disponibilizaram a colaborar nas investigações.

Nem mesmo as vitórias sobre a URT e o Libertad cessaram o clima de tranquilidade no Atlético-MG. Além de pedir raça, os torcedores expuseram faixas. Uma das divulgadas apontava "Mineiro é obrigação".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos