Marcelo Moreno se destaca na China com média de goleadores no Brasil

Marcelo Moreno tem vivido grande fase neste início de temporada chinesa. Com seis gols em sete jogos vestindo a camisa do Wuhan Zall, o boliviano anotou dois tentos na última rodada e é o vice-artilheiro da China League One, segunda divisão do país. Os bons números são comparáveis com a média de gols, em 2017, dos artilheiros dos principais campeonatos estaduais do Brasil (SP, RJ, MG e RS).

No Paulistão desta temporada, por exemplo, os goleadores são William Pottker, atacante da Ponte Preta, e Gilberto, do São Paulo, ambos com nove gols marcados em 15 e 11 partidas, respectivamente. Em Minas, o dono do terreiro é Fred, do Atlético-MG, que tem o mesmo número de gols e de jogos na competição estadual: dez.

Já no Campeonato Carioca, o peruano Paolo Guerrero, que marcou duas vezes para o Flamengo na última rodada da competição, alcançou nove gols em nove jogos e é seguido de perto pelo garoto Richarlison, do Fluminense, que foi às redes oito vezes em dez partidas.

No Rio Grande do Sul, os olhares recaem sobre aquele que é considerado a revelação da competição: Brenner, que soma sete gols em 11 confrontos pelo Internacional no Campeonato Gaúcho. Quem alcançou a mesma marca foi o atacante equatoriano, Miller Bolaños, que defende as cores do Grêmio e disputou 12 jogos pelo Gauchão.

Moreno tem a segunda melhor média se compararmos com os números dos jogadores citados acima na atual temporada. Apenas Fred é páreo para o jogador da seleção boliviana, que tem média de 0,85 gol por jogo. Acostumado a esse estigma de artilheiro nato, o centroavante comenta a comparação com os companheiros de posição que atuam no Brasil e fala da importância da equipe nos números alcançados por ele até aqui.

- Fico feliz por conseguir manter uma boa média de gols e, a exemplo da última rodada, até melhorar meus números nesta temporada, marcando mais de uma vez na partida. Tenho a certeza de que esse é só o início e que, com maior tempo de trabalho e entrosamento, poderemos entregar ainda mais ao Wuhan Zall. Confesso que não tinha parado para pensar nesse tipo de comparação (com a média de gols de alguns dos principais atacantes do Brasil em 2017), mas para mim isso significa muito, afinal, todos os jogadores citados são referências num país em que já pude jogar e ser artilheiro - comemorou.

Autor de duas assistências na temporada, Moreno cita também a importância do time na construção de seus números no comando do ataque do Wuhan Zall, 9º colocado na China League One.

- Esse mérito não é só meu. Tenho a colaboração total da equipe, que se doa e cria jogadas para que eu fique em condições de resolver lá na frente. Sou feliz também por contar com a confiança do treinador, que acredita no meu potencial e tem uma filosofia de trabalho muito boa, por isso, tenho bastante confiança que iremos bem longe na temporada - finalizou.

Confira na galeria acima o ranking na comparação com Marcelo Moreno.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos