Bragantino conseguiu a vantagem na primeira partida e encara o Água Santa em Diadema

Nesta terça-feira, às 15h30, no Estádio Distrital de Inamar, em Diadema, o Água Santa recebe o Bragantino na segunda partida da semifinal do Campeonato Paulista Série A2. No último sábado, o Netuno saiu derrotado por 1 a 0, em jogo realizado na casa do Braga, Nabi Abi Chedid. O time de Bragança Paulista se classifica com um empate, enquanto o Gigante do ABC terá de vencer por dois gols de diferença para avançar à final e se tornar o primeiro clube a garantir vaga na Série A1 do Paulistão 2018.

O retrospecto joga a favor do Água Santa, apesar da vantagem estabelecida pelo Bragantino na primeira partida. No Distrital, o time do Grande ABC conheceu a derrota apenas uma vez, quando o Guarani os venceu por 2 a 1, pela 13a rodada. Nas outras oportunidades, foram seis vitórias e três empates. Além disso, detém a marca da melhor defesa do torneio, com 16 gols sofridos.

Com o Projeto Futebol Sustentável, que possibilita a troca de garrafas pet por ingressos, a expectativa é de bom público, principalmente se levado em consideração que dos quatro semifinalistas, apenas o Água Santa está na lista dos cinco melhores públicos da fase inicial da Série A2 (média de 2.616 torcedores). Porém, com cinco triunfos jogando na casa do adversário, o Bragantino foi o visitante que teve o melhor desempenho jogando fora de casa na competição regional.

O Água Santa entrará em campo sem nenhum desfalque para a partida e o time titular do último sábado deve ser mantido pelo técnico Jorginho.

- Nós vivemos muitos momentos de desconforto durante a partida e até que conseguimos reagir bem. Acabamos tomando um gol de bola parada. Mas não fizemos um jogo ruim, tanto que tivemos nossas chances também, mas não aproveitamos bem, sem contar a grande defesa que o goleiro deles fez nos momentos finais - comentou o treinador do Netuno.

Após garantir a última vaga para as semifinais da competição, o Bragantino mostrou boa desenvoltura na primeira partida. O técnico Alberto Félix preza pelo time jogando mais adiantado, no campo de ataque. No entanto, o Massa Bruta apresenta números que destoam se comparar os setores defensivo e ofensivo: 31 gols marcados e 26 sofridos. No saldo de gols, tem 10 a menos que o Água Santa. Segundo o goleiro Renan Rocha, a equipe entrará com a mesma pegada da partida de sábado.

- Temos que fazer lá o mesmo que fizemos aqui. Se entrarmos com o intuito de sairmos classificados, vamos conseguir - salientou o titular do gol do Braga.

A baixa para a partida de amanhã pelo lado do Bragantino será o capitão e volante Edson Sitta, em suspensão automática após receber o terceiro cartão amarelo. A provável opção de Alberto Félix para substitui-lo é Daniel Pereira, enquanto os outros 10 devem ser os mesmos do primeiro confronto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos