Michel na lateral, Thiago Santos e Borja fora: Eduardo esboça Palmeiras

Eduardo Baptista tem duas dúvidas para escalar o Palmeiras que enfrenta o Jorge Wilstermann (BOL), nesta quarta-feira, na Bolívia. Sem Zé Roberto, que está com uma tendinite no pé, o técnico estuda usar Egídio ou Michel Bastos na lateral esquerda; no ataque, Borja e Róger Guedes brigam por uma vaga.

A imprensa teve acesso ao treino desta segunda após 30 minutos. Quando a atividade foi liberada para imagens, o time que treinava era: Fernando Prass; Jean, Mina, Vitor Hugo e Michel Bastos; Thiago Santos; Róger Guedes, Tchê Tchê, Guerra e Dudu; Willian.

Thiago será o substituto de Felipe Melo, suspenso preventivamente por três jogos pela briga no Uruguai, Dudu volta de suspensão, enquanto Vitor Hugo está na vaga de Edu Dracena, ainda dúvida por conta de um trauma no joelho. Este time não necessariamente começará a partida na Libertadores, já que Eduardo admitiu a dúvida na lateral esquerda e ter testado também o time com Willian e Borja juntos.

- Trabalhamos com Egídio e Michel, o Zé está com uma inflamação no tendão e não pôde treinar. Falei com o Michel, para uma situação de jogo em Montevidéu eu entedia que ele poderia fazer bem a função (na lateral). Teria bola parada importante, fez bem, e na reapresentação falei se ele estava disposto a ajudar e se colocou totalmente a favor. Deixou a meu critério. É um jogador que você pode trazer o Tchê Tchê ou outro volante para fazer três homens e adiantá-lo. Ganho um passe qualificado. Mesmo como lateral ele pode jogar por dentro com variações importantes e bola parada boa. Ele se colocou à disposição - disse Eduardo.

- Ganhei três treinos para ver a parte tática. Fizemos no sábado, domingo e hoje. Testamos algumas coisas, algumas duplas juntas, ontem com Willian e Borja, hoje Willian, para tomar a melhor decisão. Dudu é um líder, nosso capitão e vai reforçar para um jogo importante - acrescentou.

O Verdão fez nesta manhã o último treino no Brasil antes da viagem para a Bolívia, prevista para terça de manhã. O time fará o reconhecimento do gramado do estádio Félix Capriles, na véspera da partida, marcada para as 21h45 desta quarta-feira.

Com dez pontos em quatro jogos, o Palmeiras lidera o Grupo 5 e pode voltar da Bolívia com a liderança da chave garantida. Basta conseguir pelo menos um empate. Caso o Tucumán (ARG) não vença o Peñarol (URU) na terça, a vaga nas oitavas já estará garantida antecipadamente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos