Presidente da FMF crê na presença de cruzeirenses no Independência

Após o encerramento do empate sem gols entre Cruzeiro e Atlético-MG, no último domingo, válido pela ida da final do Campeonato Mineiro, o presidente da Federação Mineira de Futebol (FMF), Castellar Guimarães Neto, disse estar confiante para ver as duas torcidas na segunda final, no domingo que vem, no Independência.

- A expectativa da Federação, inclusive, é de que, evidentemente, a torcida do Cruzeiro seja permitida de assistir à partida. Nós todos sabemos do investimento que foi feito naquele estádio, da competência da nossa Polícia Militar, e temos, portanto, a plena convicção que, de mãos dadas, todas as partes envolvidas vão encontrar uma solução para essa questão - disse o dirigente à Rede Minas.

O martelo deve ser batido em reunião na entidade na tarde desta terça-feira, em Belo Horizonte. Inicialmente, a Polícia Militar de Minas Gerais havia proibido que o Horto recebesse o maior clássico do Estado, por questões de segurança.

Assim, a torcida cruzeirense estaria proibida de ir ao segundo jogo da final. A diretoria da Raposa, em reunião na FMF, na semana passada, pediu que os dois jogos fossem no Mineirão, com torcidas mistas, mas o Atlético-MG optou por ter a vantagem de jogar em casa. Tal decisão fez dirigentes do Cruzeiro se juntarem ao Ministério Público de Minas Gerais para pedir à Polícia Militar uma revisão de sua decisão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos