Adílson quer continuidade no Atlético-MG: 'Mostrar meu valor'

Numa disputa por posição que envolve Elias, Rafael Carioca e o machucado Lucas Cândido, Adílson não desiste de uma vaga no meio- campo atleticano, nem que para isso o Atlético-MG tenha que jogar com três volantes:

- Eu acho que a equipe fica um pouco mais compactada defensivamente (com três volantes). Pode ser interessante em alguns jogos, outros não. É bom que a gente tenha essas opções, jogar comigo, de outra maneira. Importante para mim é mostra meu valor quando for solicitado. Na Libertadores e no clássico eu pude mostrar um pouco como eu posso encaixar. Sempre respeitando as opções do treinador, quando eu cheguei o Galo já tinha uma equipe encaminhada. Meu método de trabalho é assim, vou buscar meu espaço e aguardar a oportunidade - comentou o camisa 21.

Ele também pregou que o seu futebol não é só violência e marcação, como costuma pregar a posição. Aos seus olhos, a sua exibição contra o Atlético-MG foi boa. Ele entrou aos 28 da etapa complementar, substituindo o meia Maicosuel.

- Eu diria que fui bem. Não acima disso. Se você avaliar os meus últimos anos, foi bem diferente. (No Galo) eu entrei sempre faltando 10, 15 minutos, em situações bem críticas e com um compromisso muito grande defensivo. Não pude ainda, tecnicamente, mostrar meu futebol. Foi muito mais para combater, fechar os espaços. Aos poucos, eu posso me soltar mais e contribuir um pouco mais na saída de jogo e ofensivamente também - completou Adílson.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos