Duelo de gerações: Monaco recebe a Juventus na Liga dos Campeões

O duelo entre Juventus e Monaco, nesta quarta-feira, pela Liga dos Campeões, marcará também um confronto entre gerações. De um lado, Gianluigi Buffon, campeão da Copa do Mundo de 2006 com a Itália e ídolo do país. Do outro Kylian Mbappé, a jovem sensação do time do Principado, que marcou 24 gols na temporada.

Antes mesmo de Mbappé, de 18 anos, nascer, o goleiro, de 39, já estava defendendo a seleção italiana na Copa do Mundo de 1998. Os dois, porém, buscam seus primeiros títulos da competição europeia. A bola rola às 15h45 (de Brasília), no Stade Louis II, em Mônaco.

- Nesses dias me dei conta de que conectei quase três gerações. Costumava jogar com jogadores nascidos nos anos 50 e 60 e vou terminar fazendo isso com os que nasceram depois de 2000. É um período de tempo imenso. É animador saber que vou enfrentar o futuro Messi, Cristiano Ronaldo ou Neymar. Talvez em 10 anos, quando eu estiver sem jogar, eles serão campeões e terei a lembrança de ter jogado contra eles no início de suas carreiras - disse Buffon, em entrevista ao site da Uefa.

MONACO QUER SER A SURPRESA DA FINAL

Uma das boas novidades da temporada, o Monaco chega para a semifinal como a equipe com a camisa menos pesada dos quatro. A equipe busca o título inédito da competição, já que disputou apenas uma final e acabou perdendo por 3 a 0 para o Porto de José Mourinho, na temporada 2003/04.

Brigando pelo título do Campeonato Francês, o time do Principado aparece com uma vantagem de três pontos para o Paris Saint-Germain, segundo colocado, e ainda tem um jogo a menos. Na Champions, a equipe treinada por Leonardo Jardim deixou o Borussia Dortmund pelo caminho, após vencer os dois jogos (3 a 2 na Alemanha e 3 a 1 em casa).

Os desfalques para Leonardo Jardim são Boschilia e Carrillo, que já estavam fora por lesão. Sidibé, que teve uma apendicite, e Bakayoko, que fraturou o nariz em um treinamento na última sexta-feira e não jogou contra o Toulouse no final de semana.

- A Juventus é diferente do Dortmund e do City. Esses clubes têm uma mentalidade de mais ataque e menos focada na defesa. Precisaremos prestar atenção nas fases de transição defensiva e ofensiva. Quando eles estão bem organizados, é difícil marcar gols - analisou Jardim.

JUVENTUS CHEGA CONFIANTE

Melhor defesa da Liga, tendo levado apenas dois gols em 10 jogos, a Juventus chega à semifinal com confiança após eliminar o Barcelona nas quartas de final. Jogando bem e com uma defesa forte, a equipe italiana é a favorita no confronto e uma das principais concorrentes ao título europeu.

O técnico italiano Massimiliano Allegri terá três desfalques para a partida de ida. O principal deles, e também única novidade, é Sami Khedira, que está suspenso. Pjaca e Rugani, como já acontece há algumas partidas, estão fora por lesão.

O brasileiro Daniel Alves, destaque da Velha Senhora nos duelos contra o Barça, se mostrou otimista com a chance de sua equipe conquistar a tríplice coroa, já que está perto do título do Campeonato Italiano e disputa a decisão da Copa da Itália.

- Parece fácil, mas não é. É preciso trabalhar muito para atingir o objetivo. Temos de trabalhar dia após dia, certos de que temos a chance de ganhar tudo. Sonhar é possível, e queremos continuar sonhando - declarou o brasileiro em entrevista divulgada pela Juve.

FICHA TÉCNICA:

MONACO X JUVENTUS

DATA/HORA: 02/05/2017, às 15h45 (de Brasília)

LOCAL: Stade Louis II, Mônaco (MON)

ÁRBITRO: Antonio Mateu Lahoz (ESP)

MONACO: Subasic; Mendy (Bakayoko), Jemerson, Glik, Touré; Bernardo Silva, Fabinho, Moutinho, Lemar; Mbappé, Falcao. Técnico: Leonardo Jardim.

JUVENTUS: Buffon; Dani Alves, Bonucci, Chiellini, Alex Sandro; Pjanic, Marchisio; Cuadrado, Dybala, Mandzukic; Higuaín. Técnico: Massimiliano Allegri.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos