Jair refuta esquema de três atacantes como decisivo na derrota: 'Já usamos'

Habituado ao esquema com a trinca no meio, o técnico Jair Ventura - que não contava com Bruno Silva - decidiu voltar com um time mais ofensivo na derrota para o Barcelona-EQU, nesta terça-feira, no Nilton Santos, pela Libertadores. E o esquema foi defendido pelo comandante na coletiva de imprensa pós-jogo. O técnico lembrou dos outros jogos com vitória no mesmo esquema tático.

- A escolha não foi por três atacantes, era um 4-2-3-1. O Botafogo não joga em só um sistema. Nós perdemos o Bruno, com quem não tenho ninguém no elenco. Eu me não fico parado com o sistema com a mesma característica. Nós havíamos vencidos os três com dois volantes apenas. Estou tranquilo, as vitórias haviam sido assim - destacou o comandante alvinegro depois do jogo.

Perguntado se repetiria a mesma formação se pudesse voltar atrás, o técnico não teve dúvida em afirmar que sim e lembrou do "jogo espelhado" do time do Barcelona-EQU em cima do esquema tático adotado pelo Botafogo no jogo.

- Se a gente for jogar com eles daqui há 10 minutos, farei a mesma coisa. Com Pimpão e Guilherme, igualo a leveza deles. Eles espelharam o sistema. Nós passamos a jogar com três volantes apenas pela lesão do Montillo. E hoje, pelo fato de o Guilherme ter feito um grande jogo antes, eu precisava aproveitar o melhor momento. Foi um 4-2-3-1, o mesmo sistema de todos os jogos que vencemos em casa - completou Jair Ventura após a derrota para o Barcelona.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos