Com Eduardo Baptista pressionado, Palmeiras desembarca em silêncio

Derrotado na Bolívia pelo Jorge Wilstermann, na quarta, o Palmeiras desembarcou em Guarulhos na noite desta quinta-feira. As atenções estão voltadas ao técnico Eduardo Baptista, já que a diretoria tem sofrido grande pressão para mandá-lo embora.

O presidente Maurício Galiotte e o diretor de futebol Alexandre Mattos chegaram com a delegação, mas não deram entrevista. O clube já havia informado que ninguém falaria com os jornalistas na chegada a São Paulo.

Uma definição sobre o futuro de Eduardo Baptista ocorrerá até a manhã desta sexta-feira, quando os atletas se reapresentam na Academia de Futebol.

Se a decisão for por demiti-lo, o favorito para assumir o cargo é Cuca. Campeão brasileiro em 2016, ele está disposto a voltar a trabalhar após passar um período com a família e é o nome preferido da diretoria do Palmeiras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos