Eduardo Baptista cita gramado como fator decisivo em derrota do Verdão

Eduardo Baptista citou o gramado do estádio Félix Capriles, em Cochabamba, como um dos fatores decisivos para a vitória do Jorge Wilstermann (BOL) sobre o Palmeiras, por 3 a 2, nesta quarta-feira.

- Eu acredito que uma coisa que atrapalhou foi o campo. O Palmeiras joga rápido, com a bola no chão. Perdemos muito a bola, demos contra-ataques para eles. Não fizemos um bom jogo. Estávamos bem até tomar os dois gols. No segundo tempo, com as substituições, deixamos o time mais rápido, tentamos colocar mais intensidade, mas não foi suficiente - avaliou.

De acordo com Eduardo, o fato de os bolivianos conhecerem o palco da partida, o que inclui altitude acima dos 2.500 metros, foi preponderante.

- Conhecer o campo, conhecer o ambiente de jogo. É um time muito rápido. Teve um primeiro gol de bola parada, logo em seguida fez 2 a 0, marcou e dificultou bastante para a gente. Fez uma boa partida e mereceu a vitória - disse.

- Nós tentamos jogar. Acho que até sofrer os dois primeiros gols a gente vinha bem. O Palmeiras tenta jogar com a bola no chão. No segundo tempo tentamos alçar mais a bola, porque pelo chão não estávamos conseguindo. Tomamos dois gols em que erramos o tempo de bola, um com o Jean e outro na bola aérea. O Wilstermann conhece bem aqui e tirou vantagem disso - concluiu Eduardo.

O Palmeiras segue na liderança do Grupo 5, com dez pontos, e avança para as oitavas até com derrota por um gol de diferença para o Tucumán, em casa, no dia 24 de maio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos