Grêmio culpa arbitragem pela derrota no Chile

  • Lucas Uebel/Grêmio

    'Contra o homem de preto, fica difícil', reclamou Renato Gaúcho

    'Contra o homem de preto, fica difícil', reclamou Renato Gaúcho

A coletiva de Renato Portaluppi após a derrota do Grêmio por 2 a 1 para o Deportes Iquique, em Calama (Chile), foi marcada pela insatisfação com a arbitragem. O técnico colocou o peso do resultado no árbitro argentino Germán Delfino. O tricolor ainda é líder do Grupo H, mas perdeu a chance de se classificar com antecedência para a próxima fase.

O "homem de preto", como foi chamado por Renato, foi o principal culpado pela derrota do time no Estádio Zorros del Desierto, segundo o treinador. As marcações do pênalti de Ramiro e da falta de Pedro Rocha não foram as mais populares entre o elenco e comandante gremista.

"Estava jogando em alto nível. Vem bem na Libertadores, é o líder, sofreu a primeira derrota pelo erro da arbitragem. Está tudo muito certo, os treinamentos continuam os mesmos. Trabalhamos bem e o resultado vem. Mas contra o homem de preto, fica difícil."

O Grêmio volta a atuar pela Libertadores apenas no fim deste mês, no dia 25, quando receberá o já eliminado Zamora às 21h45. Zamora este, que enfrenta nesta quinta feira o Guaraní (PAR), dentro de casa. Em caso de vitória da equipe paraguaia, três times chegarão na última rodada podendo acabar na primeira posição: Grêmio, Dep. Iquique (CHI) e Guaraní (PAR).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos