Apesar de larga vantagem, Corinthians treina pênaltis antes da final

  • Marcello Zambrana/AGIF

Isso nunca aconteceu em 99 partidas da história da Arena Corinthians e nem sequer em decisões do centenário Campeonato Paulista, mas o alvinegro está se preparando para o caso de a Ponte Preta conseguir uma vitória épica por três gols de diferença e levar a decisão do Campeonato Paulista para os pênaltis. Apesar da larga vantagem por 3 a 0 aberta no jogo de ida das finais, no estádio Moisés Lucarelli, o técnico Fábio Carille decidiu se precaver e comandou um treino de pênaltis nesta quinta-feira, já no fim da preparação para o confronto.

"O regulamento diz que se tiver resultados iguais vai para os pênaltis, então temos que treinar, por respeito e pelas outras competições também, como a Sul-americana. O time está bem focado, concentrado, não menosprezando a equipe da Ponte Preta. O grupo está bem focado nisso", disse o atacante Jô, que participou do trabalho específico nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava.

Logo após o treino técnico em espaço reduzido disputado entre titulares e reservas, os jogadores se dividiram em dois gols diferentes e treinaram pênaltis. Por ordem da comissão técnica, a assessoria de imprensa do clube vetou a produção de imagens desta atividade após determinado momento. O aproveitamento da maioria dos jogadores foi bom, apesar do retrospecto recente não ser tão positivo no fundamento.

Foram 18 cobranças de pênalti feitas pelo Corinthians na temporada, sendo duas em confrontos eliminatórios, contra Brusque (classificação) e Internacional (eliminação). Ao todo, 12 acertos e seis erros. Contra a Ponte Preta, o Timão espera evitar a fatalidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos