Wenger: "Fui à casa de Mbappé para convencê-lo a jogar pelo Arsenal"

  • Claude Paris/AP

O técnico Arsène Wenger já demonstrou a sua admiração pela futebol do jovem Mbappé, um dos destaques do Monaco na atual temporada. Após revelar o interesse no jogador, o comandante do Arsenal disse à "BeIN Sports" que chegou a ir à casa do atacante para tentar convencê-lo a jogar pelos Gunners.

No entanto, Mbappé, que estava em fim de contrato com o time do Principado, preferiu ficar no futebol francês, frustrando os planos do treinador.

"O próprio jogador pode te dizer que no ano passado estive em sua casa para tentar convencê-lo de vir ao Arsenal. Estava no final de seu contrato, mas o Monaco conseguiu mantê-lo. A decisão foi muito, muito apertada. Mas, também o entendi porque ele tinha sido criado ali e, no final, decidiu ficar no clube" disse.

Wenger, contudo, não descartou a chegada de Mbappé na abertura da janela de transferências. Para o técnico dos Gunners, o jovem atacante pode atuar onde quiser.

"O Arsenal pode acertar com ele? Não sei, isso depende dele. Você sabe tão bem quanto eu sei que ele decide onde vai e diz: 'Real Madrid? Talvez. Barcelona? Talvez. Arsenal? Manchester?' Ele pode ir para onde quiser. Eu não sei quais são as pretensões dele, mas talvez a melhor coisa para ele seja ficar mais um ano no Monaco", afirmou.

Mbappé já marcou 24 gols em 39 partidas na atual temporada. Ele é um dos grandes nomes do Monaco, que lidera o Campeonato Francês com três pontos a mais que o PSG - e uma partida a menos - e está na semifinal da Liga dos Campeões. No jogo de ida, perdeu em casa para a Juventus por 2 a 0.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos