Cueva representa Tricolor na seleção do Paulistão: 'Queríamos esse título'

Além do artilheiro Gilberto, o São Paulo teve outro representante na premiação oferecida pela Federação Paulista de Futebol aos melhores jogadores do Estadual em 2017. Trata-se do meia peruano Cueva, eleito ao lado do corintiano Rodriguinho como um dos melhores da posição nesta edição do torneio. Em contato com a imprensa antes do anúncio da seleção, o jogador agradeceu a votação dos jornalistas, mas admitiu chateação pelo fato do Tricolor não ter conquistado o título após 12 temporadas.

- É muito bom poder ganhar esse prêmio, agradeço aos meus companheiros e minha família. Mas claro que nós queríamos esse título. Espero que eu possa ajudar o São Paulo a conquistar títulos nas outras competições que ainda vamos disputar esse ano - diz o meia, que já entra em campo nesta quinta-feira.

Depois de empatar em 0 a 0 com o Defensa y Justicia (ARG), fora de casa, na abertura da Copa Sul-americana, o São Paulo volta a jogar nesta quinta, às 21h45, no Morumbi, pela volta da primeira fase da competição internacional.

Antes do desafio pela Sul-americana, Cueva recebeu o prêmio de melhor meia do Paulistão e aproveitou a ocasião para reencontrar Fagner - ambos se envolveram em confusão no clássico das semifinais do Paulistão, em confronto que gerou um jogo de suspensão para o corintiano. O peruano abraçou o brasileiro no palco da premiação e minimizou o entrevero.

- Não vi nenhum problema. Foi coisa de futebol, nada demais. No próximo clássico será tudo normal, porque minha única preocupação é o São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos