Festa na casa de Jadson ofusca comemoração "oficial" do Corinthians

A comemoração "oficial" do Corinthians pelo título do Campeonato Paulista ocorreu na noite deste domingo, horas após a final contra a Ponte Preta, em uma churrascaria na zona sul de São Paulo. Porém, além da diretoria, marketing e comissão técnica do clube, apenas seis jogadores compareceram: os titulares Pablo e Gabriel e os reservas Walter, Léo Príncipe, Matheus Vidotto e Rodrigo Figueiredo.

A ausência dos principais atletas do elenco foi por conta de uma outra festa: um jantar na casa de Jadson, em Alphaville. Outros jogadores ainda preferiram comemorar apenas com familiares.

Na churrascaria em São Paulo, onde a imprensa compareceu, o técnico Fábio Carille destacou o pouco tempo para comemorar. O elenco do Corinthians volta a treinar nesta segunda-feira e viaja na terça a Santiago (CHI) para enfrentar a Universidad de Chile, pela volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. O Timão venceu o duelo de ida por 2 a 0.

"O ideal era não ter jogo na quarta, queríamos aproveitar mais para abraçar e agradecer a tantas pessoas que foram importante, mas não temos tempo. Depois do jogo contra a Chapecoense (na estreia do Brasileirão), os jogadores terão dois dias de folga", analisou Carille, que teve o coro endossado por Pablo e Gabriel.

A festa "oficial" contou com a presença do cantor de pagode Salgadinho, mas muitas pessoas já haviam ido embora antes mesmo da apresentação dele, inclusive Gabriel.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos