Seguindo tradição na Ponte, Walison busca o bi por artilharia no sub-17

A história da Ponte Preta é repleta de atacantes com faro de gol apurado. Nomes como Washington, Luis Fabiano, Dadá Maravilha, Rui Rei e William Pottker, artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2016 e do Paulista de 2017, fizeram a festa da torcida da Macaca em diversas oportunidades. E na base da equipe de Campinas, um novo nome desponta como possível matador dos profissionais em breve. Trata-se de Walisson, titular da equipe sub-17.

Artilheiro do Campeonato Paulista da categoria em 2016, com 21 gols, ele já está na briga pelo bicampeonato com oito tentos em apenas cinco jogos disputados, atrás apenas de John, também da Ponte, e Brenner, do São Paulo.

- Já estou há três anos na Ponte Preta. Antes jogava num time de Brasília e acabei passando numa peneira aqui. Gosto muito do Jô, do Fred... Tenho eles como espelho. O William Pottker também é um excelente atacante. Estou feliz com esse meu início de temporada em 2017, com uma média boa de gols. Espero ajudar a equipe a conquistar o título estadual - afirmou Walisson.

No ano passado, a Ponte Preta foi eliminada na terceira fase do Paulistão, após empatar em pontos com Portuguesa, Red Bull e Água Santa no Grupo 21. Curiosamente, todos ficaram com oito pontos, mas a Macaca foi eliminada pelo saldo de gols. Agora, Walisson tem mais uma chance de levar a equipe campineira ao lugar mais alto do pódio.

- No ano passado, fomos eliminados devido aos critérios de desempate do grupo. Mas nesse ano, começamos muito bem e temos tudo para superar a campanha do ano passado e, quem sabe, conquistar o título - disse, confiante, o matador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos