Estrela do Paulistão, Pottker leva quatro prêmios e se despede da Ponte

William Pottker ofuscou o brilho do campeão Corinthians e foi a estrela da festa de premiação do Campeonato Paulista 2017, realizada na noite desta terça-feira. O atacante da Ponte Preta integrou a seleção do campeonato ao lado de Jô, ganhou o troféu de artilheiro junto ao são-paulino Gilberto (9 gols) e ainda foi eleito o Craque do Interior e da Competição. No entanto, ele não está totalmente satisfeito. Contratado pelo Internacional para a disputa da Série B, Pottker diz que trocaria todo o reconhecimento pessoal para sair com o título.

- O dever não foi totalmente cumprido. A gente queria, claro, o título. Eu trocaria todos os prêmios individuais com Jô e Rodriguinho pela taça, mas faz parte do futebol. Perdemos dentro de campo, e na nossa casa. Nos impomos na casa deles e fizemos um gol atípico na nossa casa, coisa que não vinha acontecendo. Mas futebol é isso aí. Ganhando ou perdendo, temos sempre que levantar a cabeça - afirmou o jogador após a festa de premiação.

Embora chateado com o vice-campeonato, Pottker admitiu que não esperava tamanho reconhecimento no Estadual, mas lembrou que o trabalho bem feito não é novidade. Ele já havia se destacado em 2016 pelas atuações no Paulista, pela Linense, e no Brasileiro, pela Macaca.

- Quatro não. Esperava uns dois prêmios, mas quatro, não (risos). Fico feliz porque meu trabalho está sendo reconhecido. Ano passado fiz um grande ano, com sete gols pelo Linense e 14 na Série A. Esse ano novamente comecei muito bem. Muitos não esperavam isso. Pensavam que eu ia parar naquele ano. Mas continuei trabalhando quietinho e forte para ajudar minha equipe - avaliou o jogador, que aproveitou para se despedir da Ponte Preta.

- Agradeço ao clube pelo suporte e aos meus companheiros, que me deram assistências. Tenho que levantar a cabeça para chegar forte no Sul.

Preparado para vestir a camisa do Inter, Pottker será apresentado em Porto Alegre na quarta-feira. Ele não poderá atuar na estreia da Série B contra o Londrina, sábado, porque precisa cumprir um jogo de suspensão por expulsão na Copa do Brasil. O atacante, que ainda não conheceu o técnico Antônio Carlos Zago, avisou que o foco principal é levar o Colorado de volta à elite.

- A expectativa é a melhor. O primeiro objetivo é o acesso. Zago, pelo que sei, é excelente pessoa, busca incentivar os atletas e buscar o melhor para o time. Expectativa é a melhor. A força está na cabeça. Se você tem mentalidade boa e pensa coisas boas, consequentemente vai colher coisas boas. Pensamento é positivo, chegar lá e subir o time o mais rápido possível, porque a Série A é onde o Inter merece estar - encerrou o novo reforço colorado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos