Respaldado por Ceni, Neilton cresce nos treinos e pode ressurgir no SP

  • Julia Chequer/Folhapress

O período de intertemporada do São Paulo após as eliminações no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil serviu também para dar um gás a um atleta que terminou a primeira parte do ano em baixa. Dono de apenas uma assistência em 12 jogos em 2017, Neilton tem cresceu nos treinamentos e surge novamente como opção para o técnico Rogério Ceni.

Há alguns dias, Ceni já tinha dito que Neilton crescera nas atividades do dia a dia. A confirmação veio com o desempenho nas últimas atividades. No último sábado, o atacante marcou um dos gols da vitória por 3 a 0 sobre o Oeste em jogo-treino em Cotia - Rodrigo Caio e Cueva também marcaram. Já nesta segunda-feira, na reapresentação do elenco, o camisa 7 foi um dos destaques.

"Ele vem treinando muito, treinando melhor. É um menino muito bom. Talvez não tenha tido as oportunidades, correspondido. Mas tem uma grande força no 1 contra 1, principalmente na parte ofensiva. Estamos tentando fazer alguns ajustes, na parte tática, mas é de grande qualidade", afirmou Ceni, na sexta-feira da semana retrasada, dia 28 de abril.

E Neiton tem mostrado evolução justamente nos quesitos alertados por Ceni. O atacante apresenta uma dinâmica bem diferente e melhor do que a do início do ano, quando frustrou quem esperava ver o jogador que se destacou pelo Botafogo no ano passado. Mais intenso e ligado, tem aparecido mais e finalizado com mais precisão nos treinos. Tem sido mais elogiado do que Luiz Araújo, por exemplo, atacante que voou na primeira parte do ano e depois caiu de produção, sendo alvo de broncas na última segunda-feira.

No entanto, o bom momento nas atividades não garante a Neilton a recuperação. Isso porque ele também já tinha apresentado esse cartão de visitas na pré-temporada. Nos treinos em Orlando, nos Estados Unidos, foi muito bem e se destacou nos jogos-treinos contra Boca Raton e Sarasota, marcando três gols e dando duas assistências em 90 minutos. O desempenho não foi repetido nos jogos e logo na estreia contra o River Plate (ARG) o atacante já deixou a desejar com posicionamento em campo criticado.

Mais confiante, Neilton briga por uma vaga no ataque do São Paulo para o duelo contra o Defensa y Justicia (ARG) na próxima quinta-feira pelo jogo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Com Cueva e Pratto garantidos na frente, resta uma vaga. Luiz Araújo é o principal concorrente ao lado de Thomaz. Wellington Nem, que iniciou o ano como titular, está machucado, enquanto Marcinho e Morato, outros jogadores de lado contratados recentemente, não estão inscritos na competição. Será que vai pintar Neilton?

O São Paulo ainda treina nesta terça-feira e na quarta antes de encarar os argentinos no Morumbi. O primeiro jogo foi 0 a 0 e o Tricolor precisa vencer por qualquer placar para avançar na competição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos