Hudson atribui desatenção e falhas individuais à eliminação do Cruzeiro

  • Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro

Na saída do gramado após a derrota do Cruzeiro por 2 a 1 para o Nacional (Paraguai), que custou a eliminação na Copa Sul-Americana, o volante Hudson tentou dar explicações sobre o revés. Aos seus olhos, a equipe sofreu com desatenção e erros individuais.

"Desatenção. Tomamos dois gols de falhas nossas. Falhas coletivas. Não adianta nada individualizarmos os erros daqui. Deixamos a classificação escapar. A verdade é essa. A classificação estava na nossa mão. Fizemos um gol e não tivemos maturidade, tomamos dois gols bobos. Nos pênaltis também, não aproveitamos e demos mole. Entregamos a classificação para o Nacional", comentou o camisa 25.

Triste com a segunda eliminação em menos de uma semana - no domingo, o time de Mano Menezes foi vice-campeão estadual diante do Atlético-MG -, o meio-campista disse esperar por dias melhores no Campeonato Brasileiro. Para ele, a competição premia a regularidade, e uma partida não joga todo um trabalho por água abaixo.

"Vai começar o Brasileiro, é um campeonato importante, longo, que vai premiar a regularidade. Temos que botar a cabeça no lugar e resolver os problemas internos para podermos voltar a vencer", completou.

O Cruzeiro estreia no Campeonato Brasileiro no próximo domingo, às 16h, quando recebe o São Paulo, ex-time de Hudson, no Mineirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos