Santos abre mão de vantagem, vence o Papão fora e avança às quartas

A Copa do Brasil está longe de ser a prioridade do Santos na temporada. Já o Paysandu, não é o adversário mais importante nesta semana. Mas mesmo assim, Lucas Lima pode colocar a partida desta quarta-feira na sua lista de de mais marcantes na carreira. Muito por causa dele, o Peixe venceu o Papão por 3 a 1 e liquidou a classificação para as quartas ainda no primeiro tempo.

Não menos importante, Vanderlei também pode colocar o jogo realizado no Mangueirão em seus DVD e na memória santista. O camisa 1 impediu a reação do Paysandu por três vezes, enquanto Wesley, Diogo Oliveira e Bérgson conseguiam passar pela defesa santista.

Voltando a Lucas Lima, eis o motivo do camisa 10 ser um dos protagonistas. Enquanto o Santos buscava, de pé em pé, surpreender o time de Marcelo Chamusca, Lucas Lima tentava resolver o jogo. Impaciente, o maestro alvinegro ia até os volantes Renato e Thiago Maia, até Ferraz... Tudo para receber a bola e furar o bloqueio paraense. Eis que, na ala esquerda, na altura do meio de campo, fez um lançamento perfeito para Vitor Bueno, dentro da área, ajeitar para Bruno Henrique marcar.

Também por causa de Lucas Lima, que tentou dar um chapéu no meio de campo e perdeu a bola, o Papão empatou com arrancada de Andrade e cruzamento para Diogo, que pegou de primeira, empatar.

Injusto seria não ressaltar que Bueno e Bruno Henrique, autores das assistências e gols, não foram decisivos. No segundo gol, principalmente, o camisa 7 fez fila antes de cruzar para o meio da área para novamente achar o artilheiro.

Ricardo Oliveira não teve o mesmo privilégio de seus companheiros de ataque e não recebeu tantos passes açucarados, ponta conta da forte marcação.

Acabou dando lugar a Kayke, autor do terceiro.. Assim como o capitão, Renato também saiu e foi substituído por Leandro Donizete. Duas alterações para poupar os veteranos, pensando na sequência de mais dois jogos até quarta-feira, sendo um na Bolívia.

Apesar de ter dado campo para os donos da casa e até ter sofrido em alguns lances, o Santos usou da vantagem de dois gols construída no jogo de ida, na Vila Belmiro, e se colocou a propor o jogo, o que resultou em 60% de posse de bola.

Que fique a lição para mais defensores, Lucas Lima e, principalmente, para mais atuações como esta fora de casa.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU 1 X 3 SANTOS

Local: Mangueirão, Belém (PA)

Data/ Hora: 10/05/17, às 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)

Auxiliares: Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha (GO)

Público/Renda: 13.548/R$ 251.370,00

Cartão amarelos: Cléber (SAN)

Cartão vermelho: -

Gols: Bruno Henrique 26' 1ºT (0-1); Diogo Oliveira 4' 2ºT (1-1); Bruno Henrique 15' 2ºT (1-2); Kayke 33' 2ºT (1-3)

PAYSANDU: Emerson; Ayrton, Perema, Gilvan e Hayner; Augusto Recife, Wesley (Alfredo 17' 2ºT) e Rodrigo Andrade (Wilkerson); Leandro Carvalho e Bérgson (Wil 17' 2ºT). Técnico: Marcelo Chamusca

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Cleber e Jean Mota; Thiago Maia, Renato (Leandro Donizete 16' 2ºT) e Lucas Lima; Vitor Bueno, Bruno Henrique (Thiago Ribeiro 28' 2ºT) e Ricardo Oliveira (Kayke 18' 2ºT). Técnico: Dorival Júnior

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos