Feliz após retorno, Ederson revela cobrança do filho: 'Papai não fez gol'

  • Gilvan de Souza / Flamengo

    Ederson voltou a campo depois de dez meses em recuperação de lesão

    Ederson voltou a campo depois de dez meses em recuperação de lesão

Depois dez meses longe dos gramados, o meia Ederson voltou a jogar pelo Flamengo na última quarta-feira, no empate por 0 a 0 contra o Atlético-GO pela Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, o camisa 10 falou sobre a emoção de estar de volta e revelou a "cobrança" do filho por um gol quando a partida acabou.

"O Alessandro, depois que chegamos aqui no Brasil, percebi que ele evoluiu muito e se transformou em relação ao futebol. Hoje ele ama ainda mais o futebol, virou um flamenguista nato. Ontem, ele estava muito feliz como toda minha família. Mas estava me cobrando depois do jogo: 'Papai não fez gol'. Foi muito bom ver o sorriso dele e da minha esposa. Foi lindo e gratificante", afirmou, indo além.

"Foi muito especial para mim. Eu fiquei emocionado em ouvir a torcida gritando meu nome, pedindo para que eu entrasse. Essa torcida é maravilhosa, sempre nos apoia do início ao fim e temos muito a agradecer a eles", completou.

Ederson ainda falou sobre a estreia do Flamengo no Campeonato Brasileiro, contra o Atlético-MG. O camisa 10 será opção no banco de reservas neste sábado e analisou o duelo entre os atacantes Guerrero e Fred.

"Será um grande jogo, com dois grandes clubes. É muito bom começar o Brasileiro assim. O Fred e Guerrero são grande jogadores, excelentes centroavantes. Creio que é fundamental o trabalho de todo o time para que a bola não chegue para ele fazer o gol. Vamos trabalhar para que o nosso atacante possa fazer gols, como ele vem fazendo muito bem", avaliou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos