Magrão é herói nos pênaltis e Sport avança na Sul-Americana

Danubio e Sport fizeram, na noite desta quinta feira, a partida de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. O placar de 3 a 0, como no jogo de ida, levou a partida para os pênaltis, após uma péssima exibição do Leão. Na disputa, Magrão defendeu dois e garantiu o Sport na próxima fase.

SPORT SONOLENTO E DESINTERESSADO

A partida começou como esperada, com o Sport fechado, atraindo o Danubio para o seu campo defensivo. O clube uruguaio pressionava, mas não conseguia concretizar sua posse de bola em oportunidades. Aos 14 minutos, porém, depois de cobrança de escanteio e bate-rebate na área, Jonathan dos Santos pegou a sobra e abriu o placar para o time da casa, dando vida nova ao Danubio.

O Sport, parecendo sonolento e desinteressado, dava espaço demais para o Danubio construir suas jogadas. Aos 20 minutos, depois de bola alçada para a área, Matheus Ferraz se enroscou com Jonathan dos Santos e cometeu pênalti, segundo o juíz. Na cobrança, Olaza encheu o pé e deixou o Danubio a um gol de tirar a vantagem do Leão construída no primeiro jogo.

A primeira chance do Sport só veio aos 27 minutos. Depois de boa jogada de Raul Prata pela direita, Fábio recebeu o cruzamento e chutou em cima do goleiro Ichazo. A partir daí, o jogo ficou mais equilibrado, com o Leão conseguindo criar algumas jogadas antes do intervalo, porém, sem sucesso. O Danubio ainda teve mais duas chances de "empatar" a partida antes do segundo tempo, mas não as concretizou.

GOL, EXPULSÃO E DISPUTA DE PÊNALTIS

Ney Franco tentou arrumar a casa na volta do intervalo. Colocou Henríquez e Paulo Henrique em campo, tirando Matheus Ferraz e Rodrigo. As mudanças não surtiram efeito e o Sport continuou mal na partida. Aos oito minutos, em mais uma falha da zaga do Sport, Henríquez deu carrinho dentro da área e derrubou Arroyo. Mais um pênalti para o Danubio. Olaza, mais uma vez, deslocou Magrão e fazer o terceiro gol do time uruguaio.

Aos 19 minutos, mais um teste para o coração do torcedor do Sport. Depois de cobrança de falta, Zarfino cabeceou e fez o quarto do Danubio. O árbitro, porém, após consultar o assistente, viu que na verdade Zarfino usou a mão e anulou o gol. Logo depois expulsou Malrechauffe, do Danubio, por reclamação acintosa.

A superioridade numérica, no entanto, durou poucos minutos. Aos 35, Mena sentiu e precisou sair. Como o Sport já havia feito as três substituições, precisou ficar com dez jogadores em campo. O jogo esfriou e Paulo Henrique teve a última chance da partida na frente do goleiro Ichazo, mas bateu fraco e facilitou a defesa. A partida terminou 3 a 0 e foi para a decisão nas cobranças de pênaltis.

Pênaltis

Na disputa de penalidades, Gonzalo González e Tabárez pararam em Magrão e decretaram a eliminação do Danubio. Todos os quatro cobradores do Sport converteram suas cobranças.

FICHA TÉCNICA

DANUBIO (URU) 3(2) X (4)0 SPORT

Local: Centenario, Montevidéu (URU)

Data-hora: 11/5/2017 - 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Eduardo Gamboa (Fifa-CHI)

Auxiliares: Raúl Orellana (Fifa-CHI) e Edson Cisternas (Fifa-CHI)

Público: Não divulgado.

Cartões amarelos: Matheus Ferraz, Henríquez, Ronaldo e Raul Prata (SPO)

Cartões vermelhos: Malrechauffe, 20'2°T (DAN)

Gols: Jonathan dos Santos, 14'1°T (1 a 0) e Olaza, 22'1°T (2 a 0), 8'2°T (3 a 0)

DANUBIO: Ichazo; Agustín Peña, De Los Santos, Leandro Fernández e Olaza; Malrechauffe, Gonzalo González, Zarfino e Ignacio González (Tabárez, 37'2°T); Arroyo (Juan Olivera, 44'2°T) e Jonathan Dos Santos (Graví, 30'2°T) - Técnico: Gastón Machado

SPORT: Magrão; Raul Prata, Matheus Ferraz (Henriquez, int), Durval e Mena; Ronaldo (Everton Felipe, 24'2°T), Fabrício, Rodrigo (Paulo Henrique, int) e Fábio; Rogério e André - Técnico: Ney Franco

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos