Malásia teme envenenamento de seus jogadores pela Coreia do Norte

O presidente da Federação da Malásia de Futebol, Tunku Ismail Sultan Ibrahim, declarou nesta quinta-feira que teme que os atletas da seleção do país sejam envenenados pela Coreia do Norte. Isso o jogo pelas Eliminatórias da Copa Asiática de 2019 será disputada em Pyongyang, capital norte-coreana.

Os dois países estão mergulhados em um problema diplomático após a morte de Kim Jong-Nam, meio-irmão do líder norte-coreano Kim Jong-Un, em fevereiro deste ano, no aeroporto de Kuala Lumpur.

Por conta disso, Tunku Ismail quer que a partida seja em campo neutro. O jogo seria disputado inicialmente no dia 28 de março, em Pyongyang, mas foi adiado para o dia 8 de junho pela Federação Asiática de Futebol.

- Sinceramente, gostaria que a partida acontecesse em campo neutro pelo bem dos jogadores. Também estou preocupado com o alojamento e a comida. De acordo com uma informação que recebi, devemos levar nossa própria comida para evitar qualquer risco de sabotagem - postou Tunku Ismail, em uma rede social da Federação da Malásia de Futebol:

- Os árbitros também poderiam ser afetados pela ameaça. Em caso de decisões contra os norte-coreanos, existe o risco de pressão.

Caso não aceite disputar o jogo na capital norte-coreana, a Malásia será considerada derrotada no duelo pelas Eliminatórias da Copa Asiática de 2019. O torneio será realizado nos Emirados Árabes Unidos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos