Vereadores aprovam exploração comercial do Morro da Viúva

A Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro aprovou, nesta quinta-feira, o projeto de lei que permite a exploração hoteleira do Edifício Hilton Santos, no Morro da Viúva. O Flamengo enviou dois representantes para acompanhar a votação, o presidente Eduardo Bandeira de Mello e o vice-presidente de Patrimônio, Alexandre Wrobel. Este último festejou a decisão.

- É uma vitória para o Flamengo e para a cidade do Rio de Janeiro. Mais um passo importante na recuperação e na valorização do nosso patrimônio - disse o dirigente ao site oficial do clube.

Neste ano, o Flamengo já publicou um edital para convocação de interessados na aquisição do Edifício Hilton Santos, na modalidade de permuta com torna (troca com pagamento complementar em dinheiro).

O empresário Eike Batista, que está preso, tinha planos de transformar o edifício num hotel de luxo. No entanto, o projeto não foi para frente, e o ex-bilionário devolveu o espaço ao Rubro-Negro. A estrutura estava arrendada desde 2012 e foi entregue ao Flamengo em 2016.

Eike Batista tinha relações com Flávio Godinho, ex-vice presidente de futebol do Flamengo, de acordo com a operação Lava-Jato, deflagrada pela Polícia Federal. Ambos ficaram presos por algumas semanas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos