Vitor Bueno fica perto de igualar número de assistências de 2016

  • Divulgação/SantosFC

Vitor Bueno passou o início da temporada ouvindo vaias na Vila Belmiro e críticas de alguns torcedores, mas já superou a situação - a ponto de estar prestes a superar marcas de sua última temporada pelo Santos. Após a vitória por 3 a 1 sobre o Paysandu na quarta-feira, na qual serviu o companheiro Bruno Henrique duas vezes, o camisa 7 chegou a cinco assistências na temporada.

No ano passado, quando ganhou vaga no time titular de Dorival Júnior, precisou de 48 partidas para dar seis passes para gols e balançar as redes 13 vezes. Em 2017, já são sete gols em 19 partidas.

"Enfim, acho que encontrei o futebol que espero jogar neste ano. Tive uma crescente neste dois últimos jogos. Acabei fazendo um gol e ajudando o time a vencer o Santa Fe e, agora, contra o Paysandu pude ajudar com duas assistências. Tem que valorizar o trabalho e os treinamentos. E agradecer, também, ao professor Dorival por ter me dado força e respaldo, me mantendo no time para jogar bem. Agora é continuar crescendo, pensando sempre no mais alto que, com fé em Deus, as coisas vão voltar a acontecer", afirmou.

Em um de seus momentos mais difíceis, o camisa 7 foi bancado pelo treinador, que garantiu que não o tiraria da equipe titular.

"É questão de tempo para o Bueno ter a confiança que sempre teve. Não deixo de ter confiança nele. Dificilmente vai sair do time, podem falar o que for, mas dificilmente vai sair se mostrar personalidade", disse o comandante na semana passada, após vencer o Santa Fe por 3 a 2. Bueno foi o autor de um dos gols.

Artilheiro do time no ano, Vitor fica atrás apenas de Lucas Lima no quesito assistências. O meia tem dez na temporada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos