Após vexame, diretor do São Paulo banca Rogério Ceni: 'Inquestionável'

Depois da vexatória eliminação na Copa Sul-Americana para o modesto Defensa y Justicia (ARG), a diretoria do São Paulo demonstrou apoio ao trabalho do técnico Rogério Ceni. Logo após a partida desta quinta-feira, o diretor executivo de futebol Vinicius Pinotti disse que a confiança em Ceni é total e atualmente ele é inquestionável.

- É óbvio que o resultado não é o que se esperava, decepcionante, mas o apoio é total ao trabalho. A gente acredita em continuidade, o trabalho dele é muito sério, é bem feito, os jogadores estão muito fechados com ele. Não temos dúvidas de que vamos dar a volta por cima no Brasileiro. O resultado é ruim, e o que prometemos à torcida é muita dedicação - afirmou Vinicius, que depois foi perguntado se Ceni era inquestionável.

- Ele não veio para ficar quatro meses. Ele é inquestionável. Está trabalhando só há quatro meses (cinco meses), a gente acredita na continuidade. No trabalho, no dia a dia. Claro que não foi como a gente esperava. Mas o dia a dia é muito bom, os jogadores estão muito fechados com ele, então não vai mudar nada.

Na sequência, Pinotti, que assumiu o cargo na semana passada, disse se havia crítica e cobrança a se fazer agora. Ele acabou elogiando o Defensa y Justicia.

- Mesmo nas vitórias a gente faz uma análise, uma crítica. Não houve nenhuma cobrança. Não é querer tirar a responsabilidade, mas a gente não enfrentou qualquer time. Não tem história, mas jogou bem. Nosso time é em formação, ainda não dá para tirar conclusão do trabalho - disse Pinotti.

Rogério Ceni assinou dois anos de contrato no início deste ano, após passar um ano estudando para ser treinador. Houve vaias da torcida após o empate por 1 a 1 com o Defensa, que culminou na eliminação do time da Sul-Americana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos