ATUAÇÕES: Renan Ribeiro evita vexame ainda maior do São Paulo

Um dos maiores vexames da história do São Paulo. E poderia ter sido pior, não fossem as defesas de Renan Ribeiro no empate em 1 a 1 do Tricolor com o pequeno Defensa Y Justicia, que saiu do Morumbi classificado em seu primeiro jogo internacional em 82 anos de história. Confira as notas do LANCE!:

SÃO PAULO

7,0

Renan Ribeiro

Evitou uma derrota vergonhosa com pelo menos três defesas importantes. Quase entregou o ouro na saída de bola uma vez, mas consertou.

4,0

Bruno

Sua principal característica é a força no apoio, mas desta vez não foi feliz. Errou cruzamentos. No gol dos argentinos, se atrapalhou.

3,5

Lucão

O promissor zagueiro teve uma noite para esquecer. Erros bobos, excessivos, que complicaram muito o time. Muito inseguro.

5,5

Rodrigo Caio

Atuação mais tranquila, sem comprometer. Mas ainda teve de passar apuros com a fragilidade demonstrada pelo time.

5,0

Júnior Tavares

Poucas chegadas no campo de ataque, como é de costume. Com dois centroavantes, esperava-se que cruzasse mais, mas nem isso. Errou muito.

5,5

Jucilei

Sem a mesma eficiência dos grandes jogos, mas não comprometeu no andamento do jogo. A partida não estava para ele..

5,0

João Schmidt

Ganhou chance de última hora com o problema de Cícero, mas não correspondeu. Futebol burocrático.

6,5

Thiago Mendes

Com a liberdade costumeira de atacar, fez um golaço na primeira chance. Terminou o jogo na lateral direita sem contribuir tanto.

5,0

Cueva

Começou bem, segurando a bola no ataque, mas depois passou a participar pouco. Ainda parece fora da forma física ideal.

4,5

Neilton

Ganhou uma nova oportunidade, mas apresentou o mesmo futebol ineficiente, uma tona desde que chegou ao clube. Improdutivo.

5,5

Pratto

Muito aguerrido no ataque, se movimentou, mas na maioria do tempo jogou sozinho, isolado. Nessa situação, pouco criou.

5,0

Gilberto

Sua entrada em nada surtiu efeito. Teve apenas uma chance de gol, em que cabeceou para fora. Quando saiu da área, errou.

5,5

Luiz Araújo

A velocidade era preciso, mas com exceção de uma boa jogada, foi utilizada de maneira errônea. Também pouco efetivo.

6,0

Thomaz

Quando entrou, o time já estava muito nervoso com a proximidade da eliminação. Pouco pôde fazer na articulação.

3,0

Téc: Rogério Ceni

Mesmo com tempo para treinar, equipe repetiu os mesmos defeitos e deu vexame. Todas suas escolhas deram errado.

DEFENSA Y JUSTICIA (ARG)

5,5

Arias

Chute de Thiago Mendes foi forte, mas dava para pegar. Falhou no gol.

6,5

Barboza

Se faltou qualidade, sobrou vontade e disposição. Foi expulso no fim.

7,0

Bareiro

De cabeça, foi praticamente soberano, ganhou a maioria pelo alto.

7,0

Cardona

Levou um cartão amarelo precoce, mas não comprometeu o placar.

7,0

Rivero

Foi um quarto ou quinto zagueiro na proteção contra o São Paulo.

7,0

Delgado

Deu o primeiro combate e saiu para o jogo com alguma qualidade.

7,5

Castellani

Marcou o gol de empate e da classificação. Saiu pelo cansaço.

7,0

Miranda

Contribuiu para a saída de jogo e a troca de passes no setor ofensivo.

7,0

Jonas Gutiérrez

Toque de experiência. Deu a assistência para o gol.

7,0

Bouzat

Driblador que infernizou os são-paulinos enquanto ficou em campo.

7,0

Ríos

Outro que deu muito trabalho com habilidade e inteligência na condução.

6,0

Elizari

Perdeu um gol incrível logo depois de entrar, mas ajudou a compôr.

6,5

Fredes

Entrou para renovar o fôlego na marcação na saída de bola do São Paulo.

6,5

Kaprof

Deu um belo chute que exigiu defesa de Renan Ribeiro no fim.

7,5

Téc: Sebastián Beccacece

Time, muito mais fraco tecnicamente, controlou o jogo como quis. Impecável. Poderia ter saído do Morumbi com a vitória.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos