ATUAÇÕES: Tchê Tchê renasce, Borja desencanta e Jomar afunda o Vasco

Com atuações acima da média em todos os setores, o Palmeiras goleou um frágil Vasco, que até equilibrou as ações no primeiro tempo, mas saiu goleado pro 4 a 0 do Allianz Parque. Tchê Tchê se destacou, jogando no meio e na lateral, Borja desencantou com dois gols e o zagueiro Jomar fundou os cariocas. Confira as notas da partida:

PALMEIRAS

6,5

Fernando Prass

Errou em uma saída de bola pelo meio, que quase originou gol do Vasco, mas fez pelo menos três defesas essenciais para o resultado da partida.

7,5

Jean

Começou na lateral direita, trocou de posição com Tchê Tchê e melhorou seu jogo. Antes disso marcou de pênalti e depois participou de mais um.

7,0

Mina

É muito acima da média, defende com qualidade inquestionável e ainda sair para o jogo de forma tranquila e precisa. Participou de jogada de gol.

6,5

Edu Dracena

Muita segurança na defesa, faz o simples, sem inventar. Afastou a maioria dos lances que estiveram ao seu alcance e cobriu os espaços de Zé Roberto

6,0

Zé Roberto

Fez partida mediana nos avanços aos ataques, trocou passes com poucos erros, mas deixou muitos espaços em suas costas. Teve dificuldade.

6,5

Felipe Melo

Partida mais discreta, o que não significa que não tenha participado bem da vitória. Fez bons lançamentos e desarmes importantes pelo meio.

7,5

Tchê Tchê

Foi só Cuca voltar que Tchê Tchê retomou o futebol que o levou a ser tão elogiado em 2016. Como lateral, deu passe para o gol de Borja.

7,0

Guerra

Começou errando alguns passes e dando o contra-ataque para o Vasco, mas encontrou seu jogo, marcou gol e teve boa movimentação ofensiva.

6,0

Willian

Não chamou tanta atenção como tem acontecido na temporada, mas teve muita importância tática e entrega no auxílio à marcação.

7,0

Dudu

Sofreu dois pênaltis na partida, desperdiçou duas boas chances de gol, porém foi perigo constante pelo lado direito da defesa do Vasco.

7,5

Borja

Tirou a zica que o perseguia à alguns jogos, marcando dois gols - um de pênalti e outro de cabeça - e tentou ajudar no primeiro combate.

6,5

Fabiano

Entrou para dar novo fôlego ao sistema de marcação palmeirense na lateral direita. Além de marcar, arriscou boas jogadas no ataque.

6,0

Keno

No lugar de Dudu, não teve participação brilhante, ajudou na composição do meio e nas tentativas de contra-ataque.

6,0

Róger Guedes

Outro que teve pouco tempo para mostrar alguma coisa. Mesmo assim arrancou um cartão amarelo para o Vasco em uma investida.

7,5

Téc: Cuca

Bastou um tempo para o torcedor palmeirense sorrir de novo com o comando técnico da equipe. Pressão, variações e objetividade. Ele voltou.

VASCO

6,5

Martin Silva

Apesar da goleada, se salvou. Não teve culpa nos gols e ainda evitou um placar mais elástico com boas defesas

4,5

Gilberto

Teve muito trabalho na marcação de Dudu e deu espaços nas suas costas. Apareceu algumas vezes para apoiar o ataque, mas sem efetividade.

4,5

Rafael Marques

Exposto, foi envolvido em alguns lances. Mas se salvou no sistema defensivo com bons desarmes e cortes de jogadas aéreas perigosas.

2,0

Jomar

Atuação para esquecer. Perdido em campo, chegou atrasado na maioria das jogadas. Cometeu dois pênaltis e quase fez um gol contra bizarro.

5,0

Henrique

Levou algumas bolas na costas, mas não comprometeu atrás. Tentou apoiar o ataque em algumas jogadas e até arriscou chute para o gol.

4,0

Jean

Deixou muitos espaços no meio-campo e não protegeu bem a zaga. Além disso, também errou muitos passes. Acabou substituído

6,0

Douglas

Apesar de ter perdido um gol de cara, foi outro que se salvou. Tentou organizar o meio, apareceu na frente e arriscou de fora da área.

5,5

Mateus Vital

Jogou com muita personalidade e foi bem na primeira etapa. No entanto, caiu um pouco de produção no segundo tempo e bobeou na marcação.

4,5

Yago Pikachu

Dominou bem um lançamento de Douglas e quase marcou. Porém, teve uma atuação abaixo do esperado no meio-campo e pouco fez.

5,5

Nenê

Atuação apagada em seu centésimo jogo pelo Vasco. Principal nome do time, produziu pouco em campo e errou muitos passes.

4,5

Luis Fabiano

Muita briga entre os zagueiros, mas pouca produção na frente. Tentou se movimentar no início do jogo, mas depois sumiu em campo.

5,5

Paulo Vitor

Com 17 anos, não se intimidou em seu primeiro jogo como profissional. Criou algumas jogadas pelo lado direito e ajudou na marcação.

4,5

Kelvin

Entrou na segunda etapa e pouco fez em campo. Arriscou alguns dribles pelas pontas, mas sem sucesso. Também errou passes bobos.

4,5

Bruno Gallo

Entrou na metade da segunda etapa e também pouco produziu. Deu espaços na marcação e ainda errou passes quando foi ao ataque.

4,0

Téc: Milton Mendes

Seu time mostrou muita fragilidade e foi goleado com facilidade. Equipe ficou desorganizada na segunda etapa com suas substituições.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos