Em jogo morno e sem graça, Avaí e Vitória não saem do zero

No duelo de leões válido pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, Avaí e Vitória protagonizaram o primeiro empate sem gols e sem graça da competição, na tarde deste domingo, na Ressacada.

Mesmo sem vencer, o sentimento que fica no Rubro-Negro é de celebração aos 118 anos de vida, completados no último sábado. Além do empate fora de casa, o time do estreante Petkovic jogou desfalcado e não contou com a dupla de ataque formada por André Lima e Kieza. Já o Avaí fica na bronca por um pênalti ignorado pela arbitragem de René em Júnior Dutra, na reta final do jogo.

Com o resultado, as duas equipes dividem a décima posição, com apenas um ponto. Na próxima rodada, o Vitória recebe o Corinthians, no domingo, às 16h. Já o Avaí visita o São Paulo, no Morumbi, às 20h, no dia 22/05.

Começo morno

As duas equipes começaram com uma estratégia bem definida, mas que contrariava a lógica: os visitantes iam para cima, enquanto o Avaí se fechava em busca do contra-ataque perfeito. Apesar disso, as equipes sofriam no quesito eficiência tanto que a primeira boa chegada foi só aos 11, com Rafaelson cabeceando de costas para o Vitória.

Após um período morno, a partida ficou animada na reta final do primeiro tempo. Aos 26, Judson obrigou Fernando Miguel fazer boa defesa. Um pouco mais tarde, o mesmo volante chegou bem de trás, mas chutou por cima, após toque de Romulo. O goleiro só olhou a boa troca de passes.

Na sequência, o Rubro-Negro respondeu com Willian Farias encontrando a trave em chute da entrada da área. Pouco depois, David marcou, mas a arbitragem acertou assinalando impedimento. A etapa incial ainda teve uma boa chegada para cada lado: Denilson, para o Avaí, que foi atrapalhado por Marquinhos, e Rafaelson para os baianos.

Segundo tempo melhora

No segundo tempo, o Vitória adiantou a marcação, voltou mais incisivo e quase marcou aos 14, com Paulinho. O atacante acertou a trave em chute de primeira após a defesa avaiana afastar mal. Os catarinenses responderam com Romulo cabeceando para fora e com o volante arilheiro Simião. Ele entrou bem na área, mas chutou cruzado para fora.

Passado o bom momento do Avaí, o Vitória retomou a leve superioridade, com Patric. O lateral-direito invadiu a área e escolheu o canto direito superior de Koslinzki. Chutou bem, mas a bola foi para fora e o jogo ficou por isso mesmo: zero a zero melhor para o Vitória.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ X VITÓRIA - 1° rodada do Campeonato Brasileiro de 2017

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)

Data-hora: 14/5/2017 - 16h (de Brasília)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)

Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)

Público e Renda: Não divulgado

Cartões amarelos: René e Willian Farias ( VIT)

Cartões vermelhos: Não houve

Avaí: Kozlinski; L.Silva, Alemão, Betão e Capa; Luan, Judson ( Vinícius Pacheco - 41/2°T) Marquinhos (Simião - 23/2°T) Júnior Dutra, Denilson e Romulo ( Diego Tavares - 35/2°T) Téc: Claudinei Oliveira.

?

?Vitória: Fernando Miguel; Patric, Alan Costa, René e Geferson; Willian Farias, Uillian Correa e Cleiton Xavier; Paulinho (Pineda - 35/2°T) David (Euller - 41/2°T) e Rafaelson (Flávio - 35/2°T). Téc: Petkovic.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos