Arena Corinthians reforça receitas com ativação de áreas corporativas

  • Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians

Em busca de novas receitas e recursos para pagamento e projeção da Arena Corinthians, o clube tem dado atenção especial à comercialização de espaços corporativos do estádio nas últimas semanas. No último dia 7 de maio, na final do Campeonato Paulista, por exemplo, o time realizou um teste de venda pontual destas áreas que atraiu mais de dois mil torcedores em lugares que normalmente ficariam ociosos. A receita com esta medida rendeu faturamento superior a R$ 450 mil, segundo informações divulgadas pelo próprio clube.

A Arena Corinthians possui 89 camarotes e apenas 20 deles estão alugados em contratos anuais e em uso pelas empresas parceiras. O restante foi comercializado pontualmente, com 12 a 15 ingressos por valores a partir de R$ 8.500 somente para o jogo contra a Ponte Preta. Por um valor adicional, as empresas que alugavam os camarotes também puderam adquirir um pacote de mídia que vendeu mais de dez unidades - as marcas ficaram expostas no estádio para os mais de 46 mil torcedores, em telões, painéis de LED e televisões em camarotes e nos banheiros. A venda já havia ocorrido nas semifinais do Paulistão, por valores inferiores, mas houve excedentes.

Os chamados "camarotes-festa" da Arena também foram ativados na decisão do Paulistão. São quatro, que receberam mais de 600 pessoas. Além disso, o Business Lounge do estádio, que é uma espécie de centro de convenções, também comercializou todos os espaços por valores a partir de R$ 450 por assento. O engajamento dos setores ociosos também ocorreu pelo programa Fiel Torcedor, que venceu cadeiras do sexto andar a partir de R$ 320.

A ideia do Corinthians é estudar a viabilidade da venda de ingressos avulsos nestas áreas corporativas, mas as empresas proprietárias de contratos anuais têm divergências em relação aos valores. Os clientes que compraram pacotes pontuais já receberam propostas de ampliação da parceria até o fim do ano.

A potencialização das áreas corporativas do estádio foi realizada para arrecadar receitas que ajudem no pagamento do financiamento da Arena Corinthians, que tem custo avaliado em R$ 1,65 bilhão com juros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos