Fagner faz elogio a 'decisivo' Clayson e aprova possível chegada de Cicinho

O empate em casa na primeira rodada do Campeonato Brasileiro não é motivo de preocupação para o Corinthians, que espera conquistar os primeiros três pontos no próximo domingo, contra o Vitória. A tranquilidade sobre o resultado considerado por muitos como tropeço diante da Chapecoense é tanta que o assunto mal foi falado nesta terça-feira, quando o elenco se reapresentou ao CT Joaquim Grava após dois dias de folga. O principal tema do dia foi a possibilidade de acerto com dois jogadores para o segundo semestre: Clayson, atacante da Ponte Preta, e Cicinho, lateral-direito do Ludogorets (BUL).

O lateral-direito Fagner, que deverá receber a sombra de Cicinho nas próximas semanas, foi questionado sobre os dois jogadores e rasgou elogios a ambos. Ele conhece mais de perto ao atacante Clayson, que teve que marcar nos dois jogos das finais do Campeonato Paulista, contra a Ponte.

- Ele me deu muito trabalho, sem dúvida. É um jogador de muita qualidade, tem infiltração, bom passe, é um jogador que pisa na área. Tem um contra um muito bom, então, em jogos mais difíceis, com a defesa fechada, pode ser um jogador importante para furar esse bloqueio, pode fazer a diferença - disse o lateral corintiano, questionado também sobre a possibilidade de chegada de Cicinho, que já defendeu o rival Santos e pode virar seu concorrente em breve.

- Já joguei contra algumas vezes quando ele estava no Santos, é um bom jogador, ajuda bastante ali na lateral. Ele é bem ofensivo e tem qualidade para chegar à frente. Se vier, vai nos ajudar bastante.

Além de um atacante e um lateral-direito, o Corinthians também busca no mercado um meia e um zagueiro, além da negociação pela compra definitiva dos direitos econômicos do zagueiro Pablo, que está emprestado pelo Bordeaux (FRA) até o fim da temporada. Segundo Fagner, é importante que o elenco potencializado para os próximos desafios da temporada.

- Uma equipe como o Corinthians tem de ter elenco qualificado. O Brasileiro é longo, existem lesões e cartões. Tendo um grupo qualificado, independentemente de peças, o padrão é mantido para fazermos grandes resultados. Ser favorito ou não, o mais importante é ter humildade e pé no chão. Trabalhar como no Campeonato Paulista. A gente teve um grande exemplo de que com trabalho podemos ir longe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos