Palmeiras calcula que Arouca levará mais três meses para voltar a jogar

  • Cesar Greco/Fotoarena

O volante Arouca, do Palmeiras, deverá ficar mais três meses fora de combate. Se reagir bem às próximas etapas da recuperação, o prazo pode cair um pouco. Ele não joga desde o amistoso contra a Chapecoense, em 21 de janeiro, e passou por duas cirurgias no tornozelo direito desde então.

A primeira cirurgia, ainda em janeiro, serviu para a retirada de um fragmento de cartilagem que estava solto no tornozelo do jogador. As dores diminuíram, ele voltou a treinar e foi até relacionado para o jogo contra o Tucumán, na Argentina, no início de março. No entanto, foi preciso corrigir o "buraco" deixado pela cartilagem que se soltou.

Essa segunda cirurgia está prestes a completar dois meses. Desde então, Arouca vinha andando com o auxílio de muletas. Nesta semana, ele usará uma das muletas por precaução, mas já consegue caminhar sem elas.

Outros três jogadores estão no departamento médico do Palmeiras neste momento, e todos se recuperam de cirurgias. Luan (pé direito), Moisés (joelho esquerdo) e Thiago Martins (joelho esquerdo). O primeiro deve voltar a jogar em dois meses.

Thiago Martins deve retornar entre setembro e outubro, assim como Moisés. A expectativa é de que o zagueiro retorne antes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos