Palmeiras x Tucumán: clube aguarda punição para vender ingressos

O Tribunal Disciplinar da Conmebol vai avaliar nesta semana os acontecimentos do jogo entre Peñarol e Palmeiras, que terminou em briga no campo e nas arquibancadas do estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu. O Verdão espera o parecer da entidade máxima do futebol sul-americano para iniciar a venda de ingressos para o jogo contra o Atlético Tucumán, dia 24 de maio, no Allianz Parque. Motivo: o clube sabe que pode ser punido com ao menos um jogo com portões fechados.

Em uma situação normal, a venda de ingressos seria iniciada nesta segunda-feira, dez dias antes da partida, inicialmente apenas para sócios-torcedores e depois para o público em geral. Havia no Palmeiras a expectativa de que a Conmebol divulgasse o seu parecer nesta terça-feira. Nesse caso, a venda seria aberta na quarta, desde que não houvesse pena de portões fechados.

Mas, como mostrou o Uol, o Peñarol solicitou uma audiência para se defender, o que deve acontecer nesta quarta-feira. Com isso, as penas devem ser divulgadas na sexta-feira. Essa é uma previsão extraoficial, feita por pessoas que acompanham o caso de perto, mas não confirmada pela Conmebol.

É possível, então, que o Palmeiras só possa iniciar a venda de ingressos para o jogo contra o Tucumán no sábado. Essa partida definirá o futuro da equipe na Libertadores - um empate basta para avançar às oitavas de final.

Na semana passada, a Conmebol aplicou seis jogos de suspensão para Felipe Melo e cinco jogos de suspensão para três atletas do Peñarol envolvidos na briga. O Palmeiras entrou com recurso, mas ainda não há prazo para um novo parecer do Tribunal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos