Terry já considera se aposentar no domingo: 'Estou avaliando as opções'

O Chelsea enfrenta o lanterna Sunderland no próximo domingo, pela última rodada do Campeonato Inglês. O jogo vai marcar a entrega do troféu para os Blues, campeão antecipado da competição. Mas pode ser também a despedida de John Terry dos campos.

O zagueiro, de 36 anos, ainda não decidiu seu futuro, mas não permanecerá no Chelsea na próxima temporada. Ele está em fim de contato, que não será renovado. Apesar dos rumores ligando-o a outros clubes, o camisa 26 admitiu que pode ser sua última partida como profissional.

- Ainda não descartei que domingo seja meu último jogo e minha aposentadoria do futebol. Isso depende, se a oferta certa chegar, eu vou sentar e considerar isso com minha família, seja daqui, do exterior ou de qualquer lugar. Realmente, eu ainda não tomei nenhuma decisão e estou avaliando todas as opções no momento - afirmou o jogador, à "Sky Sports".

Por outro lado, o técnico Antonio Conte é contrário à aposentadoria de Terry. Na opinião do comandante dos Blues, o experiente zagueiro ainda tem futebol para continuar atuando em alto nível. E afirmou ainda que, caso ele não receba uma boa proposta, cogita a permanência do camisa 26 em Stamford Bridge.

- Não, absolutamente ele não deve se aposentar. Caso contrário, ele fica aqui. John quer continuar a jogar. Eu desejo a ele e sua família o melhor. O Chelsea vai sempre ser a sua casa - explicou Conte.

No domingo, Terry será novamente titular do Chelsea diante do Sunderland. Será missão do zagueiro levantar o sexto troféu de campeão da Premier League.

- Esse é o final certo para John Terry - comemorou o treinador.

No dia 27 de maio, o Chelsea encara o Arsenal na final da Copa da Inglaterra. Seria mais um título que Terry conquistará pelos Blues?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos