Rodriguinho agradece por ter ficado e brinca sobre possível oferta ao Timão

Como de costume, o bem-humorado Rodriguinho arrancou risadas e mostrou sinceridade em sua entrevista coletiva. Logo ao chegar à sala de imprensa do CT Joaquim Grava, na tarde desta quarta-feira, ele brincou com os jornalistas.

- Vocês já querem ir embora, né? Do que vamos falar? Não tem nada acontecendo... - disse, aos risos, enquanto arrumava o microfone.

A seriedade de Rodriguinho veio com as perguntas. Ao ser questionado sobre o momento que vive agora após o Corinthians recusar uma proposta do Fenerbahçe (TUR) em janeiro, ele agradeceu por ter permanecido no clube. No fim da resposta, porém, o meia voltou a mostrar bom humor e deixou no ar ao falar sobre uma possível oferta no futuro.

- O futebol é muito dinâmico. Naquele momento eu achava que seria interessante sair, e acabou que a diretoria fez um esforço para que eu ficasse. Agora, analisando friamente, acho que foi muito bom. As coisas mudaram, estou vivendo um momento muito bom, conseguimos um título que era o sonho que eu tinha para ter um diferencial na minha carreira, ainda mais ajudando e fazendo gol em final. Espero que continue assim. Se aparecerem algumas coisas agora, que possamos chegar a um acordo de novo, quem sabe? (risos). Foi muito bom ter ficado e alcançar essas coisas que estão acontecendo - disse.

Rodriguinho também foi sincero ao admitir que, em sua opinião, o Corinthians precisa de reforços mais experientes para o restante da temporada. Ele ainda elogiou o atacante Clayson, que foi contratado da Ponte Preta e será anunciado nos próximos dias.

- É um excelente jogador, tem uma qualidade muito boa, é rápido, se não me engano joga nas três posições no meio de campo, tanto nas beiradas quanto por dentro - elogiou Rodriguinho, antes de falar sobre outros reforços.

- Eu acho necessário (contratações), porque o campeonato é muito longo e vai ter muitas lesões e problemas. O grupo é bom, tem garotos se dedicando e trabalhando, mas é importante ter outros jogadores para ajudar quando for preciso, mais experientes para encorpar o elenco. Temos grandes jogadores aqui, mas, se chegarem reforços pontuais, vão ajudar, sim - analisou.

Em boa fase no Corinthians, o meia vive a expectativa de ser convocado para a Seleção Brasileira para os amistosos contra Argentina e Austrália, nos dias 9 e 13 de junho, respectivamente. O técnico Tite chamará os jogadores nesta sexta-feira.

- Esperança sempre existe. Tem que sempre buscar no dia a dia, pensando em ser convocado no futuro. Minha fase é muito boa, com gols e assistências, fomos campeões, então espero ser lembrado, lógico. Tenho esperança, mas não pode ficar frustrado se não acontecer. Estou muito feliz pelo momento, tive oportunidade de ir para a Seleção uma vez com o Tite. Tenho esperança, como já falei, mas existem muitos jogadores com condições de estar lá, a concorrência é muito grande, chegar à Seleção é muito difícil, mas estou fazendo meu trabalho para chegar lá. Espero que dê certo - disse Rodriguinho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos