Tite não curte zoeira sobre ser presidente do Brasil: 'Não brinquem'

Em tempos de crise política instalada no mais alto escalão do Brasil, a zoeira nas redes sociais transformou o técnico Tite em "candidato" à presidência do país. Também pudera: o time voltou a jogar bem, não perdeu com ele ainda e está classificado à Copa do Mundo. Mas o treinador não curtiu a brincadeira da internet.

- É uma brincadeira com algo muito sério, que eu não tenho o mínimo de condição até de brincar com ela, porque é uma responsabilidade muito grande. Mas vejo com brincadeira. Peço que não brinque mais com esse negócio. Não falo por falsa modéstia. Isso não cabe, uma coisa tão séria e tão responsável - disse o treinador, com um semblante fechado.

Em outra ocasião na coletiva desta sexta-feira, Tite voltou a reforçar.

- Peço para que não brinquem mais com isso, me sinto desconfortável, porque é algo muito sério. Não cabe, é uma coisa tão séria - completou.

Indagado sobre o fim da corrupção, o treinador sacramentou:

- Eu luto, torço e gostaria em todos os níveis, em todos setores e de todas as formas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos