Corinthians prepara jogadas, ajusta o ataque e é definido para nova rodada

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Depois de uma sexta-feira de atividades leves e recreativas, a manhã de sábado foi de trabalho pesado no CT Joaquim Grava. O técnico Fábio Carille comandou duas horas de treinamentos técnicos e táticos e definiu a escalação do Corinthians para enfrentar o Vitória neste domingo, às 16h, na Fonte Nova: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô será a escalação. A única mudança em relação ao time considerado titular é a entrada de Pedro Henrique na vaga de Pablo, que sofre com dores na coxa direita.

Além de Pablo, o Corinthians também não conta com outros jogadores por lesão: Léo Príncipe, Vilson, Mantuan, Giovanni Augusto, Danilo e Moisés, que treinou em campo pela primeira vez neste sábado após se recuperar de uma forte gripe que o deixou internado por três dias. Outra baixa do elenco é o atacante Clayson, recém-contratado da Ponte Preta e que ainda não está regularizado.

Neste sábado, a primeira atividade do dia foi um treino técnico em espaço reduzido, com dez minutos em alta intensidade e permissão para apenas três toques na bola. O objetivo do trabalho era passar a bola por dois golzinhos posicionados em cada linha de fundo, o que exige muita circulação de bola e passes verticais. Depois, Carille dirigiu um trabalho tático, com foco nas jogadas ofensivas, como a aproximação de Maycon para triangular com Romero e Guilherme Arana pela esquerda ou o posicionamento mais adiantado de Rodriguinho, quase como segundo atacante.

O Corinthians também trabalhou saídas rápidas, com bolas longas de Pedro Henrique e Balbuena para Jadson e Romero, e depois jogadas ensaiadas em cobranças de escanteio curtas e longas e também faltas. Em seguida, os jogadores de defesa também trabalharam bolas paradas e rebote, com acompanhamento direto do auxiliar Osmar Loss nesta parte do trabalho. Por fim, Maycon e Jadson treinaram cobranças de falta no CT.

"Eu nunca vou inventar história. A preparação e o tempo que tivemos do Chile para o jogo de sábado (Chapecoense) foi de muitos problemas. Agora, treinamos muito forte na terça, quarta e quinta. Deu para trabalhar algumas questões ofensivas que nossa equipe tem uma margem muito grande para crescer. E foi isso que nós buscamos. Temos que estar embolados ali no grupo de cima. Empatamos em casa e será ótimo buscarmos a vitória, agora fora de casa, contra o Vitória", disse o treinador corintiano.

O Corinthians viaja para Salvador à tarde, com desembarque previsto para 18h. O grupo se concentra e só deixa o hotel para ir à Fonte Nova, onde brigará por sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos