Carille elogia, e Marquinhos Gabriel tenta volta por cima no Corinthians

Marquinhos Gabriel não atuava pelo Corinthians desde o pênalti perdido nas oitavas de final da Copa do Brasil, quando sua equipe foi eliminada pelo Internacional mesmo jogando em casa. Após mais de um mês, ele voltou a ser utilizado pelo técnico Fábio Carille e mostrou em apenas 15 minutos que pode ser uma peça útil ao elenco: foi dele a assistência para o gol de Jô que marcou a primeira vitória do Timão no Campeonato Brasileiro, por 1 a 0, diante do Vitória, na segunda rodada da competição.

Após a partida, o camisa 31 do Corinthians fez um desabafo na saída da Arena Fonte Nova. Contratado pela equipe no ano passado, ele soma 49 partidas e oito gols marcados, mas ao mesmo tempo encara forte oposição de boa parte da torcida alvinegra por conta do estilo de jogo mais cadenciado, menos vertical. Cotado para deixar o clube, como fizeram Guilherme e Marlone neste ano, Marquinhos Gabriel explicou à ESPN os motivos pelos quais espera ficar e dar a volta por cima.

- Importante para mim e principalmente para a equipe, por ser um jogo fora de casa, complicado, com muito calor. Soubemos nos impor, trabalhar a bola, então foi muito importante. Eu sempre segui trabalhando, os altos e baixos acontecem, o que não dá é cair e ficar deitado, acomodado. Vou sempre buscar meu melhor, trabalhar para estar no auge. As coisas às vezes não acontecem como gostaríamos, mas meu papel é continuar trabalhando. O pessoal do Corinthians me ajuda, o grupo é maravilhoso, então é continuar trabalhando. Para mim e para todo mundo seria mais fácil eu sair daqui e buscar espaço em outro lugar, mas a parte difícil da vida do jogador é dar a volta por cima. O que quero é ficar aqui, trabalhar para ajudar todo mundo e consequentemente a mim - disse o camisa 31 do Corinthians.

Neste domingo, Marquinhos Gabriel foi acionado por Fábio Carille aos 26 minutos do segundo tempo, na vaga do volante Maycon. A alteração fez Rodriguinho recuar e deixou o Corinthians mais ofensivo para buscar a vitória nos minutos finais. Apenas quatro minutos depois de entrar, o meia tabelou com Jadson e serviu Jô para marcar o gol da vitória por 1 a 0. Por isso, o treinador rendeu elogios ao meio-campista.

- Os jogadores que foram criticados ano passado, se quiserem, e com nosso trabalho, vamos recuperar todos. Marquinhos jogou muito bem em Porto Alegre contra o Inter, quatro chances de gol claras foram com participação dele, entrou bem em casa na volta, é um jogador de muita qualidade, que está trabalhando forte, querendo, e aos poucos vai buscando seu espaço.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos