Richarlison reencontra 'paizão' Fred na casa onde a dupla começou

Um ano após estrear pelo Fluminense, o atacante Richarlison volta ao palco onde tudo começou. No Independência, deu seus primeiros passos no futebol

vestindo a camisa do America-MG, em 2015, quando se credenciou como uma das grandes revelações da Série B e despertou o interesse do Tricolor. Pelo clube, fez seu primeiro jogo no Brasileirão no estádio com direito a passe para gol. História parecida com a de seu ídolo, Fred, que o acolheu em um período difícil e que hoje o reencontra em campo, desta vez, como adversário.

Nesta tarde, às 16h, os artilheiros estão confirmados no duelo entre Atlético-MG e Fluminense. E a inspiração do jovem tricolor é a trajetória do camisa 9 nas Laranjeiras.

- Todo jogador quer fazer história no clube primeiro para depois pensar em ir pra fora. Não sou diferente, quero fazer no Flu o que o Fred fez. Ele me ajudou, deu forças na minha primeira lesão (em janeiro de 2016) e se tornou um paizão. Quero seguir o mesmo rumo que ele teve no Fluminense - disse o atacante em entrevistas recentes.

A diferença de idade entre os atacantes é de quase 14 anos, mas em pouco tempo se entenderam em campo. Assim que chegou ao Fluminense, Richarlison sofreu fratura no pé e ficou quatro meses parado. Quando, enfim, estreou, em maio do ano passado, deu assistência para Fred marcar. No jogo seguinte, contra o próprio América-MG, novamente serviu o ídolo, que fez o gol da vitória no Independência. Se o consagrado atacante acredita que o jovem tem futuro parecido?

- Acho que vai muito melhor até na carreira. Vejo ele bem a frente do meu início. Falei para ele que com essa qualidade vai dar muitas felicidades para o Fluminense e buscar a seleção num futuro. Poucos jovens fazem gol como ele - disse Fred, no ano passado, quando jogava no Fluminense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos