Torcida protesta após empate, mas Melo garante permanência de Zago

Em débito com a torcida desde o rebaixamento, o Internacional aumentou a dívida neste domingo ao empatar em 1 a 1 com o ABC, em pleno Beira-Rio. Isso gerou indignação em cerca de 30 torcedores. Eles foram para o lado de fora da sala de imprensa do estádio, gritaram 'Fora, Zago' e fizeram o Vice-Presidente de Futebol, Roberto Melo, optar por retardar o início de sua coletiva até que os protestantes se acalmassem.

Após o protesto pacífico, Melo garantiu a permanência do treinador no cargo e pediu calma ao torcedor. Ele reiterou que o time está na segunda divisão e precisa dar continuidade ao trabalho.

- A gente precisa do torcedor, tem que entender o momento do clube em 2017, tem que nos apoiar. É com ajuda do torcedor que o Inter vai voltar para a Série A - comentou o dirigente, antes de mostrar satisfação com o desempenho do time, mas frustração com o resultado. Aos seus olhos, o Colorado pecou nas finalizações:

- O 1 a 1, o empate, não era o que a gente esperava. Após a boa estreia fora, com os três primeiros pontos, esperávamos uma vitória para ter os 100% nas primeiras rodadas. Ninguém esperava, o torcedor, nós também, trabalhamos para vencer o jogo. Fizemos um bom primeiro tempo, perdemos muitas chances e futebol castiga quem perde muitos gols - finalizou Melo.

O Inter volta a campo no próximo sábado, às 16h30, quando visita o Paysandu, pela terceira rodada. O Colorado é o quarto, com quatro pontos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos