Wenger lamenta Arsenal fora da Champions e mantém mistério sobre futuro

  • Hannah McKay/Reuters

O Arsenal bem que tentou, mas não conseguiu o grande objetivo da temporada. Neste domingo, os Gunners venceram o Everton por 3 a 1, no Emirates Stadium, mas acabaram a temporada do Campeonato Inglês na quinta colocação, com 75 pontos, e sem a vaga na próxima edição da Liga dos Campeões.

Após a partida, o técnico Arsène Wenger, que teve de se contentar com a vaga na Liga Europa, lamentou o fato de não ter conseguido a classificação para a principal competição europeia.

"É um dia triste porque é a primeira vez em 20 anos que nós não nos classificamos para a Champions League, especialmente, eu acredito, porque hoje terminamos fortes. Mesmo com um homem a menos, conseguimos a vitória, mas terminamos um ponto atrás (do Liverpool) e temos de lidar com isso", declarou o treinador, em entrevista à Skysports.

Wenger, que tem contrato até o fim desta temporada e que vem sendo alvo de manifestações por parte da torcida, ainda não confirmou se continuará à frente da equipe. Contudo, o francês preferiu destacar o aprendizado nesta temporada.

"Nós aprendemos, o grupo aprendeu, mas, para mim, o mais importante é me preocupar com o futuro do clube. O primeiro ponto é manter o clube com esse grupo de jogadores, porque fomos muito fortes e aprendemos muito nesta temporada."

Novamente questionado pelo repórter se deseja permanecer no Arsenal, o treinador manteve o mistério. "Vou responder após a final da Copa da Inglaterra", afirmou.

O Arsenal ainda tem mais um jogo antes de entrar de férias. Os Gunners enfrentam o Chelsea, atual campeão inglês, no próximo sábado, dia 27, às 13h30 (de Brasília), pela final da Copa da Inglaterra. O título para o Arsenal pode significar também a salvação de Wenger como treinador do clube londrino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos