United fecha estádio, loja e museu após ataque; Uefa garante segurança

  • Reprodução

Após o ataque terrorista na Arena de Manchester na noite da última segunda-feira, o Manchester United fechou a visita ao estádio, assim como o acesso ao museu, lojas e restaurantes. A tragédia deixou ao menos 22 mortos e 59 feridos. O Old Trafford fica a cerca de 4km de onde ocorreram as explosões.

- Nossos pensamentos e orações vão para todos os afetados, incluindo nossos torcedores, funcionários do clube e nossa comunidade, assim como as crianças de escolas parceiras da nossa Fundação Manchester United que estavam assistindo ao concerto na Arena (de Manchester). O staff do clube está pronto para ajudar a polícia e outros serviços emergenciais de qualquer maneira que for solicitado nesse momento de dificuldade para nossa cidade - diz a nota oficial publicada pelo clube.

O United também suspendeu a entrevista coletiva do técnico José Mourinho antes da final da Liga Europa, que acontece nesta quarta-feira, em Estocolmo, na Suécia. Durante o treinamento, os jogadores prestaram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas.

- Estamos todos muito tristes com os eventos trágicos da última noite. Não conseguimos tirar de nossas cabeças e corações as vítimas e suas famílias. Temos trabalho a fazer e vamos para a Suécia para isso. É uma pena não podemos ir com a felicidade que sempre temos antes dos jogos grandes. Eu sei, mesmo com o pouco tempo que tenho aqui, que o povo de Manchester se unirá - disse o técnico José Mourinho.

A UEFA concordou e Ajax e United vão fazer um minuto de silêncio antes do confronto, além de utilizar braçadeiras pretas em sinal de respeito.

- A UEFA está chocada com os ataques de ontem (segunda-feira) em Manchester. Nossos pensamentos estão com as vítimas e suas famílias. Até o momento não há informações da inteligencia que sugiram que a final da Liga Europa em Estocolmo seja alvo de ataques. A UEFA está trabalhando junto com as autoridades locais e a Federação Sueca por muitos meses e o risco terrorista foi levado em conta desde o início. Além disso, um número adicional de medidas de segurança foram implementados depois do ataque em Estocolmo, em abril - afirmou a UEFA em comunicado oficial, pedindo ainda para que os torcedores cheguem cedo ao estádio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos