Flamengo joga mal, mas vence o Dragão e avança na Copa do Brasil

O Flamengo jogou mal e chegou a passar sufoco, mas avançou na Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, o Rubro-Negro carioca venceu o Atlético-GO por 2 a 1, no Serra Dourada, em Goiânia, e garantiu a passagem para as quartas de final do torneio nacional. Guerrero e Matheus Savio balançaram a rede pelo time carioca.

O técnico Zé Ricardo foi chamado de burro pela torcida por não colocar o garoto Vinicius Júnior em campo. Além disso, a atuação ruim da equipe ajudou a alimentar a impaciência da torcida.

PRIMEIRO TEMPO

Apoiado pela sua torcida, que compareceu em bom número mesmo fora de casa, o Flamengo abriu o placar aos 12 minutos com Guerrero. O peruano aproveitou assistência de cabeça de Rodinei e fuzilou para a rede praticamente da pequena área.

O lance demonstrou a fragilidade defensiva dos donos da casa. No entanto, o Atlético-GO buscou forças para reagir. Everaldo incomodou os visitantes em dois lances e num deles acertou a trave em finalização já dentro da área. Aos 27 minutos, Jorginho, de cabeça, empatou após disputa de bola numa cobrança de lateral, num grande vacilo da defesa do Flamengo.

O gol do Dragão desorientou o time de Zé Ricardo. Com erros na saída de bola e dificuldade para se impor, o Fla ainda sofreu pressão nos minutos finais do primeiro tempo e teve que se segurar para não sofrer a virada antes do intervalo.

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo começou quente, com muita velocidade. O Atlético-GO deu dois chutes perigosos nos minutos iniciais. Num deles, Rafael Vaz cometeu um vacilo que quase comprometeu o Flamengo. Ansiosa, a torcida do time carioca passou a gritar por "Vinicius". A equipe de Zé Ricardo respondeu numa boa cabeçada de Réver.

Com o jogo aberto, houve o tradicional "lá e cá", porém com o Atlético-GO mais perigoso. Roger e Junior Viçosa tiveram boas oportunidades. O Flamengo quase ampliou com Renê, aos 23 minutos. Ele recebeu bom passe de Guerrero e chutou forte, mas Felipe fez linda defesa e a bola ainda bateu no travessão.

O jogo ficou cada vez mais tenso com o passar do tempo. Zé Ricardo ouviu gritos de "burro" ao lançar Matheus Savio quando a torcida queria Vinicius Junior. Curiosamente, o garoto resolveu pouco pouco depois de entrar no jogo. Assim como na partida contra o Atlético-MG, ele cruzou para a área e a bola morreu no fundo da rede. Marcão tentou cortar a jogada e atrapalhou o goleiro Felipe.

Com o jogo resolvido, o Flamengo administrou a vantagem e respirou fundo. Foi só um susto.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO 1 X 2 FLAMENGO

Data/hora: 24/5/17, às 21h45

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Danilo Simon (Fifa-SP)

Cartões amarelos: Marcão, Luiz Fernando, Roger Carvalho (ATL), Pará, Guerrero (FLA)

Público e renda:

Gols: Guerrero, 12'/1°T (0-1); Jorginho, 27'/1°T (1-1); Matheus Savio, 34'/2°T (1-2)

ATLÉTICO-GO: Felipe, Jonathan (Eduardo Diniz, 10'/1°T), Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão, Luiz Fernando (João Pedro, 34'/2°T), Igor, Jorginho; Everaldo (Walterson, 30'/2°T) e Junior Viçosa. Técnico: Marcelo Cabo.

?

FLAMENGO: Muralha, Pará, Réver, Vaz e Renê; Márcio Araújo, Arão e Ederson (Romulo, 38'/2°T); Rodinei (Matheus Savio, 29'/2°T), Trauco (Mancuello, 21'/2°T) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos