'Novas orientações exigem que arbitragem se torne mais rigorosa em alguns casos', diz ex-juiz

A arbitragem nacional ganhou um desafio a mais para seu rendimento no decorrer do Brasileirão. A CBF anunciou que, a partir desta edição, adotará as regras ajustadas pela International Football Association Board (IFAB), que exigiu um rigor ainda maior quanto aos exageros nas comemorações e a outras questões disciplinares.

Ex-árbitro e comentarista do canal da ESPN, Salvio Spinola apontou quais são os ajustes disciplinares previstos na Regra 12 da Arbitragem da CBF. Porém, disse que os árbitros ainda não têm se mostrado adaptados às novas diretrizes:

- Estas orientações apontadas pela CBF na semana passada tiveram o objetivo de que os árbitros atuem com mais rigor quanto a excessos nas comemorações de gol, evitar agarra-agarra, por exemplo. Porém, isto ainda não foi cumprido à risca no início do Campeonato Brasileiro.

Spinola aponta como as primeiras rodadas podem influenciar no decorrer da arbitragem do Brasileirão:

- Nas primeiras rodadas de um campeonato de pontos corridos, é importante dar um cartão de visitas de como será a competição. Ser um pouco mais didático. E isto não foi passado ainda.

Segundo a Regra 12, as "celebrações de gol que causem problemas de segurança" tornaram passíveis de cartão amarelo comemorações como: ida do jogador para os equipamentos de proteção de campo, gestos provocativos, debochados ou inflamatórios, cobrir a cabeça com máscaras, artigos, tirar a camisa ou até colocá-la para cobrir a cabeça do atleta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos