Artilheiro do Santos na Libertadores, Oliveira cobra: 'Não estou satisfeito'

Ao lado de Vitor Bueno, Ricardo Oliveira é o artilheiro do Santos na Libertadores com três gols. No entanto, o camisa 9 não está feliz com os números na temporada. Fora da competição sul-americana, ele balançou as redes apenas uma vez, no Paulistão.

Insatisfeito, o capitão não escondeu o sentimento e se cobrou publicamente em entrevista coletiva.

- Eu não estou satisfeito. Não poderia estar satisfeito. Sou o número 9. Sei o que eu posso produzir para o time e sei reconhecer quando não consigo dentro de um jogo finalizar muito. Às vezes a gente não tem chance de gol e às vezes tenho uma e é muito pouco. Às vezes não estou fazendo os movimentos corretos. Eu sou muito crítico. Também reconheço quando estou fazendo as coisas certas, mas não estou tenho a oportunidade - afirmou.

Por outro lado, o centroavante vê com bons olhos sua movimentação dentro de campo. Se não balança as redes o quanto queria, Oliveira se orgulha de tentar abrir espaços para Bruno Henrique e Vitor Bueno.

- Dentro de um trabalho coletivo eu me despojo de qualquer vaidade. Eu dou espaço, caio pro lado... Vou ser cobrado por gols e eu me cobro por isso também. Mas penso no trabalho dos meus companheiros e em ajudá-los. Fico satisfeito com a minha evolução. Me sinto forte e bem. E satisfeito com os resultados coletivos. Isso não foi fácil e vocês acompanharam. Fomos exigidos e cobrados por conta da qualidade e da camisa. Mas sabia que iríamos nos encontrar - ressaltou.

O técnico Dorival Júnior elogiou as recentes atuações do atacante pela movimentação e por puxar a marcação dos zagueiros adversários.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos