Diretor garante Dybala na Juventus e critica cláusula de rescisão

Um dos nomes mais cobiçados do futebol europeu, o argentino Paulo Dybala não está à venda. É o que garantiu o diretor-geral da Juventus, Giuseppe Marotta. Para o cartola, o atacante tem um longo futuro no clube e não há preço para tirá-lo de Turim.

- No novo contrato de Dybala, levamos em consideração o crescimento do jogador. Haverá uma série de atividades com o objetivo de ele realizar um longo caminho conosco. Paulo não tem preço - afirmou Marotta, afastando o interesse de times como Barcelona e Real Madrid.

O dirigente afirmou ainda que não vai colocar mais cláusula de rescisão no contrato dos jogadores. Para ele, a medida prejudica o clube.

- Te coloca em uma posição de debilidade. O valor de um jogador é avaliado no momento da venda. Três anos antes de vender Pogba, poderia ter dito que ele valia 60 milhões de euros, mas o vendemos por 110. A cláusula é uma loucura, nunca farei isso - comentou.

Marotta elogiou a contratação de jogadores como Khedira e Daniel Alves. Ele considerou ainda importante o papel exercido por Mandzukic dentro de campo.

- Nós faltavam mentalidade e experiência. Conseguimos isso com o crescimento dos jogadores que já tínhamos, por um lado, e com a chegada de Khedira, Alves e Mandzukic, por outro. Eles já tinham essa mentalidade bem forte.

A Juventus já faturou o Campeonato Italiano e Copa da Itália e busca a Tríplice Coroa. Para isso, precisa vencer o Real Madrid na final da Liga dos Campeões, no dia 3 de junho, em Cardiff, capital do País de Gales.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos