Flu já calou a Colina, mas Vasco tem última vitória no clássico no estádio

Depois de quase 12 anos, Vasco e Fluminense voltam a se enfrentar em São Januário, neste sábado, às 16h, em jogo válido pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nos últimos dois confrontos entre as equipes no estádio, uma alegria para cada lado. Em 2000, o Tricolor calou a Colina Histórica ao segurar um empate em 2 a 2 e passar pelos donos da casa nas oitavas de final da Copa do Brasil. No entanto, a última vitória no local em clássico entre os clubes é vascaína, em 2005, por 2 a 0, pelo Brasileirão, com dois gols de Romário.

Em 2000, ano seguinte ao acesso do Fluminense à primeira divisão, os clubes disputaram uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil em partida decisiva na Colina. No jogo de ida, empate por 1 a 1 no Maracanã. Quem vencesse, garantia a vaga e o empate por 0 a 0 era do Vasco. Por isso, o Tricolor, que tinha a vantagem de empatar por dois ou mais gols, foi pra cima.

Logo no primeiro minuto, Magno Alves abriu o placar. No meio, uma promessa de Xerém comandava o time: Roger. No início do segundo tempo, Agnaldo ampliou a vantagem e praticamente definiu o resultado.

O Cruz-Maltino até tentou a reação e Edmundo marcou duas vezes, deixando tudo igual. No entanto, não foi suficiente e o Gigante da Colina foi eliminado em casa há quase 17 anos cravados - a partida foi no dia 31 de maio. A queda na competição implicou na demissão do técnico vascaíno, hoje ídolo do Fluminense. Na época, Abel Braga comandava o rival e Alexandre Torres, hoje diretor de futebol tricolor, era o zagueiro daquela equipe.

Já em 2005, Vasco e Fluminense se enfrentaram pela 38ª rodada do Brasileirão em São Januário. O favoritismo era do Tricolor, que na ocasião ainda sonhava com o título da competição, enquanto o Cruz-Maltino ainda sofria certa ameaça de rebaixamento. Porém, o time que tinha como estrela Romário levou a melhor com o Baixinho decidindo.

Diante de quase 16 mil pessoas, o Vasco fez valer o mando de casa e começou com tudo. Aos cinco minutos, Wagner Diniz invadiu a área em velocidade pela direita e foi derrubado por Arouca. O árbitro marcou pênalti, que Romário converteu com categoria.

O Tricolor voltou melhor do intervalo, e com três minutos criou duas boas chances em chutes do lateral-esquerdo Marcelo e do atacante Alexandre. Porém, o Vasco respondeu com Diego e em uma bomba em cobrança de falta de Rodrigo, ambas paradas pelo goleiro Kléber.

Aos 43, Tuta teve a melhor chance Tricolor. Ele driblou o zagueiro e tentou tirar de Roberto, mas o goleiro vascaíno fez a defesa. O Cruz-Maltino deu números finais ao placar aos 45. Têti deu passe açucarado e deixou Romário cara a cara com Kleber. O Baixinho não perdoou e bateu para anotar seu segundo na partida.

O técnico Abel Braga também estava presente nesta partida. Ele era o comandante do Tricolor.

Vasco não perde para o Flu em São Januário há 44 anos

Ao todo, Vasco e Fluminense se enfrentaram 45 vezes em São Januário, sendo 22 vitórias do Cruz-Maltino, 13 do Tricolor e 10 empates. Nestas partidas, os donos da casa anotaram 81 gols contra 55 do adversário.

A última derrota do Cruz-Maltino para o Flu na Colina histórica aconteceu em 1973. No dia 4 de fevereiro, o Vasco perdeu por 1 a 0, pelo Torneio Internacional de Verão.

Depois disso, os clubes se enfrentaram mais 10 vezes no estádio. Foram seis triunfos vascaínos e quatro empates.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos